Para ouvir lendo esse post:


Olá leitor, como vai?

Espero não ter ficado tempo demais ausente daqui, a ponto de você estar bravo comigo.
Sabe leitor, 2016 foi devastador. Sim, de-vas-ta-dor. E aí, quando o natal chegou e entrei na vibe dos filmes, da comilança e das sonecas, entrei em estado de concentração interior. Assim, mesmo produzindo conteúdo sobre minhas andanças lá para o instagram (já segue lá? não? corre lá, pô! @mademoiselleparis ), snapchat ( millacarvalho ) e na fanpage (Mademoiselle Paris - mas olha o menu lateral aqui que tem tooooodas as minhas redes linhadas bonitinho!) eu me dei um tempinho curto para respirar e tentar concentrar energias em mim mesma. Sabe leitor, como eu disse, 2016 não foi fácil. Devastou muita coisa por aqui. Mas também me deu lembranças eternas:

- Foi em 2016 que fui uma das Batiste Girls e pude mergulhar ainda mais com vocês no universo dos cabelos e dos cuidados que temos com eles;

- Foi em 2016 que fui modelo de rosto do Ilde Gonçalves (queriiiiiiiiiiido) para falarmos de uma tendência que eu amo que é a pele iluminada e com viço natural;

- Foi em 2016 que pude dividir com vocês minha paixão por Wicked (e ficar hiper feliz com o retorno de vocês sobre mais esse musical do coração); 

- Foi em 2016 que pude desbravar mais um cantinho de Minas Gerais, com o blog, para conhecer uma fazenda de café;

- Foi em 2016 que pude realizar o sonho de atravessar o oceano pela primeira vez, rumo à cidade do meu coração.. 

E tudo isso, sempre com você aí leitor, do outro lado, me apoiando, me incentivando, me acompanhando. Essa nossa cumplicidade que traz tanta coisa boa foi o que salvou o ano de 2016 de ser um ano que eu gostaria de esquecer. E o transformou em um ano que eu nunca deixarei de lembrar. Mas, vamos focar as recordações só no que foi bom. O que foi ruim, deixa a vida reciclar, deixa o tempo trabalhar, deixa a ferida fechar. 2017 começou, aperta START! :) 

Ah sim, nada de trazer rancores e sentimentos estranhos do ano anterior, combinado? 
Não sei se você tem a mesma impressão que eu mas, os anos tem passado depressa demais para perdermos tempo lembrando de coisas que não nos deixam com um sorriso nos lábios ou que não nos fazem vibrar com cada célula do corpo.

Comecei meu 2017 na terra do nunca, onde tudo é possível se você realmente acreditar. 

Mademoiselle Paris
Um sonho é um desejo d'alma...
Mademoiselle Paris
Terra do Nunca, mais conhecida como Disneyland! (ou minha "Winter Wonderland")
Mademoiselle Paris
Obrigada Papai do Céu!

E já agradeci, logo nas primeiras horas de 2017, lá no instagram. Mas quero deixar registrado aqui também que sem você não seria tão delicioso. Não teria tanta graça. Entende? Obrigada, leitor! <3

E 2017 começou, aperta START! 🎉🎇 Ainda estou embriagada de magia e sonhos bons desse réveillon fantástico na Terra Do Nunca mas, precisava vir aqui agradecer. Agradecer cada um de vocês que me acompanham por aqui, no snap, no face, no blog, na vida. Sem cada um de vocês mandando energias o tempo todo, o ano não teria sido o que foi. Obrigada! Que em 2017 possamos seguir juntinhos. Bem juntinhos. Que assim fica ainda melhor! 🙃🤗🙂 Chama os amigos e estoura um balde de pipoca: 2017 vai ser espetacular. Vem comigo? 🙏🏻💕🎡🌷🌟✨🥂🍾💃🏻🕺🏻 #MademoiselleParis #2017 #MadiNaDisney #reveillon #happiness #France #Feliz2017 #gratidao #grateful #WeGoTogether #Minnie #DisneylandParis #Disney #dreamscometrue #traveltheworld #globetrotter #instagramers #MPviaja #NYE #neverland #smile #thankyou #MadiTakesParis
Uma foto publicada por Camilla Carvalho (@mademoiselleparis) em

E eu acredito que 2017 vai ser espetacular. Já é, já começou assim. Obrigado pela companhia em 2016. Tâmo junto em 2017 né? Tá fechado? Bóra começar? We can fly if we believe! Let's fly together?

- Measure your life in love, seasons of love!
Depois de passar a ceia de Natal comendo até se fartar e bebendo bem com família e amigos, o dia 25 pede uma certa calmaria. Uma certa preguiça. Não sei para vocês mas, 25 de dezembro é quando eu realmente entendo que a hora de relaxar, chegou. Finalmente, chegou. Hora de apertar o botão do slow, deixar se levar e entrar numa nova frequência. Menos louca, mais calma. Mais voltada para nós mesmos. E como é delicioso isso, gente! Bom, sei que no Brasil tá um super calor, então que tal preparar um suco bem refrescante e um balde de pipoca? Eu daqui vou de mantinha nas pernas e chocolate quente para acompanhar. Mas, seja qual for o acompanhamento, se jogue no sofá e aperte o play para começar o dia mundial da preguiça boa, com essa seleção de filmes natalinos. :)



O Natal está chegando e a advogada Kate viaja para Vermont para cuidar da venda de uma pousada, onde se apaixonada por um lindo mas, amaldiçoado, fantasma....
Grinch decide roubar o Natal de Whoville, mas um gesto de bondade da pequena Cindy Lou Who e sua família pode ser suficiente para derreter seu coração.

  • I'll be home for Christmas 


As experiências de um estudante tentando chegar em casa para o Natal.
Quando a funcionária de jornal Susan se prepara para escrever um artigo sobre o anjo de Natal de sua família, acidentalmente se encontra com Brady, um artista bonito e animado que vai, obviamente, mudar o rumo da trama... 
A mimada Luce Lockhart encara uma decisão difícil quando seu novo amigo pede ajuda para salvar um parque de cachorros. O problema? O dono do parque é o chefe de Luce.

- Bóra preparar o chocolate quente com marshmallows! :P 
Feliz Natal! 
SalvarSalvarSalvarSalvar
Eu já amo comprar produtos de beleza por natureza, ganhar então... ô coisa boa! :) 

Desde que cheguei na Europa tive que me segurar muito para não falir logo de cara pois, mesmo com o euro pra lá de Bagdá de tão alto, muita coisa ainda vale muito mais a pena aqui. Fora que aqui ainda tem muita coisa que no Brasil não tem e vice-versa. Na busca por meus presentes de natal, me deparei com alguns achados super bons da Caudalie e quis dividir por aqui. O problema é que quando fui buscar no site brasileiro, algumas diferenças exorbitantes de preço me chocaram. Mas como eu sei que vocês gostam de dicas do que comprar quando viajarem, decidi manter o post. Lembrando que pra quem fizer questão de comprar no Brasil mesmo e tal, os produtos também estão disponíveis aí.
Obviamente! :) 

Afinal, Natal tá aí, logo aí, daqui pouco mais de 24 horinhas. E pra quem ainda tem compras a fazer, acho que são boas dicas. Então, sem mais delongas, vamos aos.....

Da esquerda para a direita:
Kit 1 - Cracker Vinosource - €11,90
Kit 2 - Coffret Cadeau Corps Gourmand - €22,20
Kit 3 - Premier Cru - €47,40
Kit 4 - Coffret Cadeau Secret de Beauté - €31,10

A Caudalie ganhou de vez meu coração nesse último ano com a Eau de Beauté e a Máscara Detox. Então, foi um dos primeiros lugares que fui aqui em Paris para conferir os famosos kits especiais de Natal. Como eu converto tudo e comparo tudo, achei os preços daqui surreais de bons, quando comparei com o que eu pagaria aí no Brasil. :( Sim,  me assustei REAL com a diferença entre preços aqui na França e aí no Brasil, dos meeeeeeesmos kits. Mas que essas diferenças bizarras existem a gente infelizmente já sabia, né mores? Vamos focar nos pontos positivos então. ;)
Falando dos produtos, acho esses kits de Natal uma ótima oportunidade para quem quiser conhecer novas linhas da marca, pois os kits trazem boas combinações com tamanhos "de viagem", o que ajuda muito na hora de testar um produto antes de comprar o tamanho real. Fora que alguns, como é o caso do kit Premier Cru, já vem com o tratamento completo para testar, o que é ainda mais bacana na minha opinião. Se a sua ideia não é comprar para si mesmo e sim para amigas ou família, existem kits que vão desde lembrancinhas fofas, como é o caso do cracker da linha Vinosource. Já se é algum presente mais elaborado tem kits super completos como o Premier Cru que é focado em peles maduras e ideal para presentear as mamis e vovis, por exemplo! :) 

- Fica a dica para quem ainda tá na correria das compras. 
Dá tempo, foca no Natal e vai! <3
No dia anterior a previsão prometia um dia lindo para aquele domingo. E eu viajaria na semana seguinte para minhas mini-férias em Portugal. Então, achei mais do que justo marcar logo meu passaporte Versailles para aquele domingo. E, bem, ver no que daria essa minha aventura para fora de Paris, sozinha. >.< O dia amanheceu estupidamente frio e com tanta neblina que quase achei que havia perdido meu domingo. Isso, sem contar, a cólica maluca que havia se apoderado. Respirei fundo, tomei meu banho e meu café da manhã calmamente. E então, saí para enfrentar o que tivesse que ser enfrentado até chegar a Versailles.

Mademoiselle Paris

Ao chegar na entrada da Ilê de la Cité, o dia já não poderia estar mais lindo. Céu azul, mostrando para mim mais uma vez que, se a gente tem coragem de enfrentar a névoa atrás do que queremos, a claridade chega. :) 

Mademoiselle Paris

Peguei o metrô até a Gare Montparnasse, de onde saía meu trem para Versailles. A estação é gigantesca (real, oficial) e é quase obrigatório se perder nela. Ou melhor, não ter certeza de qual catraca passar. O que, na minha opinião, é até pior que apenas se perder nos corredores. Finalmente, encontrei a minha plataforma e entrei no trem com destino à Versailles-Chantiers. A viagem foi super tranquila e demorou cerca de 25 minutos. Super, super rápida. 

Mademoiselle Paris

A estação de Versailles-Chantiers é antiga mas super bem conservada e fofa. Sair dela e me achar no caminho para Versailles foi bem mais fácil que achar a plataforma de trem correta, lá em Paris.

Mademoiselle Paris

Cerca de 40 minutos depois de entrar no meu trem, lá em Paris, eu chegava nos portões de Versailles e me deparava com essa vista absurda de linda. Suspirei fundo e me dirigi até a fila de entrada pois já estava com meu passaporte Versailles. AH! Isso é importante:

Eu comprei meu ingresso para Versailles na noite do dia anterior, na bilheteria da Fnac Les Halles. O passaporte dá acesso à todas as áreas possíveis de serem visitadas lá dentro: o palácio, os jardins, os domínios de Maria Antonieta, o Grand-Trianon e o Petit-Trianon... enfim, dá acesso ao baile todo!

Ah! O passaporte custa €18. ;)

Mademoiselle Paris

Uma vez lá dentro, peguei meu áudio-guia (em português de Portugal, pois! risos - isso que dá ser inocente e acreditar que Português por aqui seja algo parecido com o que falamos no Brasil :P) e comecei a ouvir e me aventurar pelos corredores do palácio e seus encantos.... :)

Mademoiselle Paris

O Palácio de Versailles é considerado um dos maiores do mundo (com 700 quartos!). Foi construído por Luis XIV em meados do século 16 e foi também a residência oficial de 3 reis da França.

Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris

A curiosidade aqui fica no ar: todos os salões e quartos eram gigantescos então alguém me explica as camas absurdamente pequenas da realeza?

Mademoiselle Paris

A Galeria dos Espelhos é provavelmente um dos locais mais lotados de turistas e fotógrafos. Mas o encanto não se perde por isso em momento nenhum. São 17 espelhos que refletem as 17 janelas igualmente arcadas que dão vista ao jardim. 

Mademoiselle Paris

Depois de sair do Palácio, corri (ou tentei correr) para os domínios de Maria Antonieta. Você pode ir caminhando como eu fiz, pagar pelo transporte de carrinhos ou até mesmo alugar uma bicicleta. No vlog que fiz do dia, dá pra conferir melhor minha jornada pelos jardins de Versailles. ;) Dá o play!


Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris
Mademoiselle Paris

Com certeza uma atração imperdível para quem passa por Paris com um pouquinho mais de tempo. 

- Já estou ansiosa para voltar nesse lugar mágico! <3 
SalvarSalvar
SalvarSalvar
SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar
Antes que surjam nesse post comentários sobre - nossa, você voltou a não comer carne -, eu me adianto: não, não parei com a carne. Mas desde que tive minha experiência de alguns anos sem carne, senti uma melhora na minha qualidade de vida e saúde, pois expandi meus horizontes e meu paladar, no quesito comida. Hoje em dia, como melhor, escolho melhor, vario muito mais. E variar, amigos, é chave pra equilibrar. ;) Por esse motivo, e também por ter achado a receita super apetitosa, resolvi compartilhar aqui a dica vegana que recebi para ceia de fim de ano. Salivei de ler sobre ela e com certeza vou testar por aqui. Tomem nota: 


Batatalhoada
Rendimento: 6 porções

Ingredientes
8 batatas inglesas
500g de palmito pupunha fresco
4 tomates italianos
4 cebolas
4 talos de alho poró
1/2 xícara de azeitona preta
1/2 xícara de alcaparra
1/4 de xícara de azeite extra virgem
1 maço de salsa
1 maço de cebolinha
1 maço de orégano
2 colheres de sopa de chimichurri
Sal rosa e pimenta do reino em grão a gosto

Modo de Preparo 
Fatiar as batatas em rodelas e então cozinha-las em água fervendo por 5 minutos. Retirar, escorrer e então levar ao forno temperadas com azeite e orégano até dourarem. Reservar. Cortar os tomates e a cebola em rodelas, tempero-los com chimichurri e assar em forno pré-aquecido a 200ºC por 15 minutos. Adicionar as azeitonas e alcaparras ao palmito. Reservar. Montas a batatalhoada intercalando uma camada de batata e palmito e outra de tomate e cebola até o final da assadeira. Levar ao forno para aquecer e finalizar com ervas e azeite extra virgem. 

*Essa receita foi enviada pela KitchenAid como sugestão de Ano Novo. Obrigada KitchenAid, amei! ;)

- Mais alguém aí ficou salivando? :P