sexta-feira, 27 de março de 2015

... the dream that you wish will come true!

São 8:20 da manhã e estou no ônibus a caminho do trabalho. Ainda não consegui processar direito o impacto de ontem. E o que aconteceu ontem? Fui assistir à estreia de Cinderella. 


Não. Cinderella nunca foi minha princesa favorita na infância. Ou na vida. Contudo, bem como de outros filmes Disney, eu sabia cada pedacinho da história como se fosse minha. Eu tinha, quando criança, uma saia longa cinza, um belo jardim e tempo pra correr por entre as flores cantando. Tal qual a personagem. É. Desde cedo eu já interpretava. E nem sabia conscientemente o que estava fazendo. Só que me fazia bem, viver outras vidas, além da minha. Eu mergulhava. Sofria, me emocionava e alegrava com os fatos. Sempre como se fosse a primeira vez. 
O tempo passou e hoje eu não assisto mais os clássicos Disney todos os dias. Aliás, posso ficar meses sem assistir até. Mas continuo sabendo as falas e as músicas como se fosse a criança que vê o mesmo filme repetidamente todo dia. Então, quando eu soube que a Disney, que já havia me emocionado num nível HARD no ano passado ao trazer à tona um filme com a minha vilã favorita de todos os tempos, Malévola, faria um longa real de Cinderella, meu coração quase parou. Porque ver o conto de fadas com desenho é fácil. Mas trazer a magia para a pele humana sem parecer over? Ah, isso só a Disney poderia fazer (desculpa sociedade que discorda, essa é minha opinião)! 


Ontem, dia 26, eu fui com a Pat ao cinema para a estréia do filme. Não havia conseguido comparecer à cabine por motivos adversos e estava super ansiosa. Expectativa alta mesmo. Afinal todas as amigas que haviam acompanhado a cabine disseram que era espetacular, acima das expectativas. Eu, como uma boa Disney-lover, estava com as mais altas expectativas de sucesso. Afinal, a Disney não faz qualquer coisa, pensei. E entrei no cinema, desliguei o telefone, ajeitei minha poltrona e mergulhei. Mergulhei como a menina de 7 anos fazia nos desenhos: de corpo e alma. E? 

FOI ALÉM DE QUALQUER EXPECTATIVA!


É impressionante! Realmente uma fábrica de sonhos. Cada detalhe, cada zoom, cada ator e atriz escalado: perfeitos! 
E eu que não considerava Cinderella na minha lista de princesas, a vi chegar às TOP 5 com louvor. Com magia. Com esperança e fé e tudo mais que eu acredito que seja o que move (ou deveria mover) o mundo. Se as crianças de hoje vissem mais contos de fada, talvez o mundo estivesse menos louco. As pessoas tivessem mais fé na bondade e na gentileza, mais coragem para enfrentar os obstáculos com verdade e honestidade. E mais amor no coração, porque disso o mundo anda muito carente. 
Obrigada Pat e obrigada Cinemark pelo maravilhoso presente. Obrigada Disney por existir e continuar insistindo na magia. E obrigada você, leitor, pois se leu até aqui talvez tenha conseguido entender um pouquinho do quão emocionada eu fiquei. E sim, voltarei ao cinema novamente. E sim, espero ansiosa o lançamento dessa maravilha em DVD. <3 #alôDisney

Minha dica para o fim de semana? Assista Cinderella. ;)


- Have courage and be kind. :')

quarta-feira, 25 de março de 2015

O Inverno 2015 da Arezzo

Que o Outono/Inverno é a a minha época favorita do ano, vocês já sabem. Mas porque? Porque eu simplesmente acho que as opções de sapato e roupa quintuplicam! São infinitas! São deliciosas e super charmosas. E a cada ano, eu fico mais e mais feliz. Aí que eu me peguei namorando o catálogo da Arezzo e me perguntando porque temos essa fixação por sapatos (bom, pelo menos eu e a maioria das mulheres que eu conheço). E cheguei numa conclusão semi-óbvia. Porque o sapato pode ser tudo num look. 
Nesse ano estou tendo o desafio de me vestir de formas mais formais e coxinhas. E é nos sapatos que eu muitas vezes encontro um respiro. Porque sim, eu acho tuuuuudo um look classudo de calça de alfaiataria e camisa de seda branca. Mas sem o sapato e acessórios certos, ele fica apagado. Perde um pouquinho do seu potencial. Então eu fiz uma seleção das novidades da marca que podem transformar qualquer look ~coxinha~ em um poderosérrimo. Dá uma olhada: 

Mademoiselle Paris
Fotos: Divulgação

O tênis veio pra ficar então, porque não um modelo um pouco mais glam para ir do trabalho para a festa? Amei esse e já entrou fácil para a minha wishlist! <3 
Saltos meia-pata abertos podem ser facilmente usados no nosso inverno calminho. E dá um tchã no visú, não acham? A sapatilha estilo loafer feminino é suuuuper chic. E nessa versão de animal print é amor de mais no coração! E por último, a polêmica bota over the knee. Gente, só colocar uma social skinny, ela e uma camisa. Tá arrasando! E dá fácil pra ir pro escritório vai... ;) 

Que vocês mais gostaram da minha seleção?? Meu favorito nº1 é o tênis. Aliás, se alguém quiser me dar de presente eu vou é ficar bem feliz! =P #pedimermo #alôEdu #alômãe [risos]

- Por um inverno confortável, divertido e sem monotonia! ;)

segunda-feira, 23 de março de 2015

Garras da semana: Zeca Chamou pra Sair

Mademoiselle Paris

Polêmicas a parte, sigo testando a coleção Homens Que Amamos da Risqué. Até porque, pobres cores, não tem culpa do nome que receberam. Se nós não escolhemos nossos próprios nomes, são nossos pais que o fazem, porque condenar um vidrinho de conteúdo tão legal né? Pois é. Então deixando tooooodo o âmbito de polêmica de lado, foquemos no conteúdo desse vidrinho fofo. Que é, no fim das contas, o verdadeiro protagonista desse post. ;)

Eu já queria tons de cinza / acinzentados para as unhas há algum tempo. A Lu, do Chata, usa muito e eu piro nas unhas dela. Mas sabe quando os tons parecem não combinar com você de jeito nenhum? Então, era isso que vinha acontecendo. Até que ontem, ao olhar minha caixinha de manicure para escolher o que usar na semana, me deparei com ele: o Zeca Chamou Pra Sair. Que nada mais é que um cinza escuro beeeeeem leitoso é lindo. E resolvi que era eu quem ia chamá-lo para sair essa semana. =P As considerações sobre secagem, durabilidade e cobertura da linha vem se mantendo super estáveis no nível super bom: uma pincelada cobre a unha toda, seca rápido e dura a semana toda. ❤️

domingo, 22 de março de 2015

Weekly Routine | Special: 5 dias de calça

Para quem me conhece um pouquinho que seja sabe que eu amo saias. AMO. E por isso, exatamente por isso, uma semana inteira usando calças é algo muito raro na minha vida. Mesmo no inverno. :) Então, ao perceber esse ponto, resolvi me desafiar mais uma vez. E decidi que essa que passou seria a semana das calças! Complexo, pelo menos para mim. Mas no fim, fiquei orgulhosa do resultado. :) Dá uma olhada: 

Mademoiselle Paris
[Regata, Renner; Blazer, Barreds; Calça, Víntage; Scarpin, Prego]

Pra começar, algo confortável e com toque de D. Ruth: um mix suave de marinho, verde e preto. :) O salto baixinho dava um charme extra já que a barra dessa calça é mais altinha. E os acessórios leves complementavam o ar elegante da produção. 

Mademoiselle Paris
[Camiseta, Víntage; Jeans, Levis; Blazer, Zara; Colar, Customize; Scarpin, Isabella Giobbi para C&A]

Calça jeans preta é ótima para quem quer um ar mais despojado no ambiente de trabalho. Essa então, tem uma super pigmentação então passa de leve por social. Adoroooo! Como tive uma noite de sono ruim, não tava na vibe de pensar em combinações e fui direto no total black que não tem como errar. 

Mademoiselle Paris
[Camiseta, Fashion Night Out; Legging, Hering; Suéter, TVZ; Sapatilha, Moleca]

A quarta chegou super rápido e eu ia pegar o avião super cedo, então não pensei duas vezes: hoje é dia de legging! Acho a forma mais confortável de viajar! Pra completar, camiseta soltinha, suéter pra proteger do ar condicionado do avião e sapatilha bicolor para dar um toque charmoso no look 'comfy' do dia. =P

Mademoiselle Paris
[Bata, Renner; Calça, Luigi Bertolli; Suéter, TVZ; Sapatilha, Martinez]

Como a ideia era voltar cedinho do Rio, levei uma roupa mais arrumadinha para ir direto do aeroporto para o escritório. Mas tinha que ter o lance do conforto que a rotina de aeroporto, avião, aeroporto pede né? Só que os planos mudaram depois de eu ter passado mais de 3 horas no táxi, tentando chegar no aeroporto. Ainda bem que a roupa não tava incomodando, uma dor de cabeça a menos! [risos] :/ 

Mademoiselle Paris
[Camiseta, Hering; Casaco, Marisa; Jeans, Ellus; Oxford, Boot Co.]

O último dia de verão chegou chuvoso e meio friozinho. Instável. E como a minha imunidade estava meio cambaleante, resolvi apostar nesse casaco verde que eu amo e que é um mix de corta vento com protejo você da chuva. <3 Nos pés, amor em forma de oxford para brindar a chegada do Outono!


sexta-feira, 20 de março de 2015

VLOG | #DespedidaDaLuli


Ahhhhhh tá chegando a hora! Pra quem ainda não sabe, a Luli (@trendtips) tá indo passar uma temporada em Lisboa para estudar e eu já tô chorosa e orgulhosa. Porque afinal, dá mó felicidade de ver as pessoas que a gente gosta realizando sonhos e voando cada vez mais alto. Mas porra (desculpa!) a gente fica choroso porque tá acostumado a ver sempre aquele ser. A sair pra comer, pra fofocar. E a falta que eu vô sentir dela batendo perna de evento em evento comigo? Graças a Deus habemus whatsapp, Skype e afins! Porque olha.... it’s hard to say goodbye! :’) 

Dá o play!



- Agora é armar a ida pra Portugal visitar essa linda, né? =P