Pra quem ama Muppets, assim como eu, a Havaianas tem uma super novidade: uma edição limitada com estampa dos personagens do filme, disponível a partir de amanhã nas lojas.
Os tamanhos disponíveis vão do 33 até o 44 e o preço sugerido é de R$ 35,90.

Foto: Divulgação

Quero muito uma dessas pra chamar de minha! :)
Que fevereiro vai ser um mês cheio de novidades e delícias, ninguém duvida. 
Uma das novidades que o mês nos traz é a coleção Swing, Sing and Shine, da Swarovski, inspirada em referências dos anos 60. Suas peças fazem uma homenagem ao estilo vintage através de elementos ligados ao mundo do entretenimento e glamour. As jóias, segundo Nathalie Colin (diretora de criação da marca), contam a história de uma jovem estudante que se transforma em estrela da Broadway. Para isso, a coleção foi dividida em dois momentos: 'Sweet Sixties' e 'In The Spotlight'. No primeiro momento, o design foi pensado para transmitir delicadeza e feminilidade. Tons pastel, motivos florais e circulares são as características marcantes dessas peças. O cenário? Um baile de formatura dos anos 60 com direito a brilhantina e laços de fita! Love is in the air here! :)
Já no segundo momento da história, a jovem estudante se torna o alvo dos holofotes da Broadway. Mosaicos de cores tomam conta das jóais num design bem vanguardista. 

Mademoiselle amou:

Raspberry
Rosemarie
Rosette
Hello Kitty 
Disney
Pin-Up
France! <3
Fotos: Divulgação
Quando eu era pequena, morávamos em uma casa no interior de São Paulo que tinha um enorme jardim na entrada. Entre flores, árvores e arbustos, eu cresci. E cresci amando demais ter pássaros na janela, borboletas no quintal e deliciosos mistos de aromas florais. Pra completar, uma rede tornava aquele ambiente o meu cantinho favorito da casa. Hoje, esse cenário é bem mais raro na minha rotina cinza e barulhenta aqui na terra da garoa. Mas, sempre que dá, fujo pro verde, pro azul... direto para os braços da tranqüilidade!
E quem gosta (e pode ter!) esse tipo de espaço revigorante em casa, vai curtir a dica que eu tenho pra dar. 
A Dedon, marca de design alemã, lançou uma nova peça em sua coleção de acessórios para jardim. Chama-se Nestrest e é um misto de rede e casa de passarinho. Acolchoada, resistente e com espaço suficiente para duas pessoas. 
Preparem-se para suspirar:

Fotos: Reprodução

Os criadores dessa gracinha são os designers Daniel Pouzet e Fred Frety. Essa e outras peças da marca são vendidas com exclusividade pelo grupo Collectania.
Depois de usar praticamente um tom pra cada dia do SPFW, dei um descanso para as garras.
E escolhi começar a semana num ritmo mais leve. Rosinha, clarinho, fraquinho e fofinho. Com muita base reestruturadora por baixo. E não é que eu gostei? :)


Duas camadas e voilà! Um rosinha quase feito sob medida pra fugir um pouco das cores fortes!
Quem aí se lembra do Keds?

Foto: Reprodução

Eu amava tanto esse tênis quando ia pra escolinha... :)
Pois muito bem: a designer gráfica Lumen Bigott criou esses Keds inpirados encantadoramente nas redes sociais. 
Mas, nem adianta ficar muito animadinho. Essas gracinhas não estão a venda. 

Fotos: Divulgação

Bem que a gente podia fazer barulho nas redes sociais pra comercializarem essa linha da Lumen, né? :)
Eu super ia querer um do Google e outro do Facebook! Meus modelos favoritos! 
Qual vocês comprariam?
Estava lendo a revista Joyce Pascowitch desse mês e me peguei derramando uma lágrima quente e demorada ao ler o texto que Shmuel Lemle escreveu nas últimas páginas da revista. Afinal, lá no fundinho, eu ainda faço parte daquele grupo de "últimos românticos", que se emocionam e sensibilizam facilmente. Daí, como "não basta ser manteiga derretida tem que compartilhar", resolvi publicar aqui, na íntegra, o texto. Enjoy! :)

Foto: We Heart It
O Tempo do Amor
O livro de Gênesis relata que Jacob trabalhou sete anos para Lanvan para poder se casar com sua filha mais nova, Rachel. A Torá diz que os sete anos pareceram para Jacob como uns poucos dias por causa do amor que ele sentia por Rachel. Parece estranha essa afirmativa. Para a maioria das pessoas, ficar tanto tempo afastado da pessoa amada pareceria insuportável. Por causa do amor que sentimos pela pessoa, queremos estar o tempo todo juntos. O que a Torá quer nos ensinar ao dizer que por causa do amor que sentia por ela os anos passaram rápido para Jacob?
O tempo é relativo. Depende da nossa percepção. O tempo parece passar rápido quando amamos o que estamos fazendo e, parece passar devagar quando estamos aborrecidos e entediados. Se o tempo passou rápido para Jacob, ele estava gostando do que estava fazendo. Ele entendia que precisava daquele processo de sete anos para merecer sua alma gêmea. Em vez de encarar aquele tempo como um peso, compreendeu que era pelo bem. Entendeu que aquilo traria um crescimento e amadurecimento. A primeira lição para nós é que precisamos aprender a gostar do processo. Em geral, gostamos de alcançar o objetivo desejado, mas não gostamos do esforço para chegar lá. Gostar do processo faz com que ele passe mais rápido. Em vez de querer que aquilo acabe logo, faça o que for preciso com entusiasmo e motivação. Assim o tempo deixará de ser um problema. 
Temos ainda uma segunda lição. Não tem nada de errado desejarmos estar fisicamente próximos da pessoa a quem amamos. O verdadeiro amor, entretanto, é um sentimento de união que independe da distância física. Quando duas pessoas verdadeiramente se amam, elas se tornam uma única alma. Mesmo estando fisicamente separadas, elas se sentem unidas. Depender demais da outra pessoa não é amor, mas necessidade ou carência. Confundimos necessidade ou carência com amor.
Para exemplificar, costumo dizer que amo salmão. O que eu faço com o salmão? O peixe é retirado da água e morre. Corto sua carne em pedaços e a devoro. Eu tinha um vazio, e agora o salmão preencheu o meu vazio. Isso é amar o salmão? Não. Eu amo a mim mesmo, e amo o prazer que o salmão me faz sentir. Meu amor não está direcionado ao salmão. Amar de verdade é querer o bem da outra pessoa, e não querer o prazer que a outra pessoa nos faz sentir. Quando existe esse tipo de amor verdadeiro, duas pessoas conseguem se sentir unidas, mesmo estando momentaneamente separadas pela distância ou pelo tempo. Tempo e espaço não existem. 
Quem teve a oportunidade de passar pela Bienal na última semana pôde conferir muitas belezinhas no lounge da Melissa: o Plastic Paradise. Com modelos que atendem aos mais diversos gostos, a coleção me encantou.

Fotos: Mademoiselle Paris

A minha favorita é essa última: Melissa Skyscraper Vivienne Wetwood!
E aí, meninas? Qual delas tocou mais forte no coração de vocês?! :)
SP 24/01/2012
-- Quem desfilou?
Neon, Fernanda Yamamoto, Alexandre Herchcovitch (masc.), Amapô e André Lima.


A Neon desfilou no Tuca Arena e trouxe uma coleção inspirada em flores, proporções e a cultura multi-étnica de Istambul. Muitas cores fortes, é claro.
Meus favoritos:



Na seqüência, Fernanda Yamamoto abriu os desfiles na Bienal, inspirada nas pinturas do renascimento, em especial nos retratos da imperatriz romana Bianca Maria Sforza.
Meus favoritos:


A coleção masculina do Herchcovitch foi toda inspirada na vestimenta dos judeus ortodoxos.
Meus favoritos:


A Amapô chegou cheia de tricôs, viscose, jersey e jeans. Sua inspiração? O modo de se vestir dos skinheads, a elegância dos adolescentes e o personagem de cartoon britânico Tank Girl.
Meus favoritos:


Para fechar a temporada, André Lima se inspirou em elementos asiáticos e africanismos em geral.
Meus favoritos:

Fotos: Zé Takahashi/Ag. Fotosite

UFA! Último resumo, galera! 
Até a temporada de Verão/2013! hehehe ;)
Ufa! Finalmente o último look minha gente!
Na terça-feira eu tinha que, além de pensar em uma produção para a Bienal, fazer com que ela se encaixasse no meu compromisso noturno: minha formatura! E pra não errar, vestidinho leve e escuro, sapatilha nos pés e cinto pra dar aquela acinturada que eu amo no visual! 

Sobre as fotos: eu queria muito fotografar na exposição da entrada da Bienal. Adoro esse jogo de luz e sombras e achei o cenário de andaimes super interessante. Mas, levei bronca do fotógrafo que, ao ver o resultado, me alertou: foto assim, toda trabalhada no drama, não consegue mostrar com clareza os detalhes que vocês (leitores) tanto gostam.
Vocês perdoam? :)

Vestido, Fórum; Cinto, Acervo; Sapatilha, loja do china; Gargantilha, presente do meu pai; Colar de gatinho, Relógio e Anéis de pedra, presente do namorado; Anel de flor, Accessorize; Bolsa, presente da minha tia
Fotos: Nelly Bacovic

Essa temporada me cansou de maneira bem especial... Vou ali descansar mas, é só um tiquinho! Daqui a pouco eu tô de volta pelas redes sociais. Já segue todas elas? 
Olha aqui do lado no menu pra conferir! ;)
 SP 23/01/2012
-- Quem desfilou?
Glória Coelho, Maria Bonita, Uma Raquel Davidowicz, João Pimenta e Lino Villaventura. 

O desfile da Glória abriu de forma deliciosa a segunda-feira chuvosa do penúltimo dia de desfiles. Inspirada em neutrinos e vulcões, anos 30, 50, 60, 90 e 2012 a coleção trouxe leveza, transparência e desprendimento em seus traços e detalhes.
Meus favoritos:


Na seqüência, Maria Bonita veio trazer os "Dias do Norte" com sua coleção cheia de tricôs, paetês e canutilhos de metal. Uma graça!
Meus favoritos:


O desfile da Uma trouxe um clima esportivo e minimalista, porém cheia de longos e fendas.
Meus favoritos:


A ideia de que todo príncipe tem seu monstro guiou os passos de João Pimenta pelas passarelas dessa temporada de inverno.
Meus favoritos:


Inspirado nas imagens sombrias do pintor Francis Bacon, Lino Villaventura me encantou.
Meus favoritos:

Fotos: Zé Takahashi/Ag. Fotosite
A segunda até que amanheceu bonitinha mas, logo o tempo fechou. Então, escolhi saia de ballet, meia-calça decorada, blusinha fechada de brilho e terno boyfriend pra compor o look do dia. Nos pés a primeira opção era salto alto. Daí São Pedro mandou tanta água que eu desanimei do salto e optei pela minha confortável sapatilha de laço! O dia foi tão corrido que eu quase não consigo fotos na Bienal. Então lá vai a única foto de look que tiramos por lá e os detalhes, feitos na maison antes de ir pra lá! ;)

Saia, Le Lis Blanc; Blusa de gola, Brechó; Terno Boyfriend, Zara; Meia-Calça de coração, Trifil; Sapatilha de laço
Agora sem o terno... hehehe
Cara de zumbi, a gente vê por aqui!
Brincos, feirinha da Liberdade; Anéis, eram da minha mãe
Relógio, presente do namorado; Bracelete preto, feirinha da Liberdade; Bracelete dourado, Accessorize
Zoom in: estampa que eu amo!

Ufa! Só mais um dia! 'Guenta coração! :)
SP 22/01/2012
-- Quem desfilou?
Cavalera, Jefferson Kulig, FH por Fause Haten, Juliana Jabour e Colcci.

Quem abriu os desfiles do domingo foi a Cavalera, lá na Estação da Luz. A inspiração?
Um faroeste urbano!
Meus favoritos:


O tema "Campos Urbanos" guiou Jefferson Kulig até as passarelas, criando um clima onde apenas as flores tecnológicas sobrevivem.
Meus favoritos:


Os filmes de Elvis nos anos 60 foram a inspiração de Fause Haten para a coleção de inverno.
Meus favoritos:

*Meu coração palpita por esse vestido verde. Preciso de um igual pra chamar de meu!

O que inspirou a nova coleção da Juliana Jabour foi o filme "Viagem de Darjeeling" de Wes Anderson. Muitos detalhes dos anos 20 e 60 presentes.
Meus favoritos:


A Colcci trouxe (além do Ashton Kutcher) a ideia de um "Oriente Express sofisticado".
Meus favoritos:

Fotos: Zé Takahashi/Ag.Fotosite

Está cada vez maior a minha wishlist de inverno... e a de vocês?