Inspiração: Tempo frio, chocolate quente e amor

2 Comments
Outro dia, zapeando pela blogosfera, me deparei com um texto da Jaque Barbosa, do Casal Sem Vergonha. Li, reli e salvei. Caso de identificação, sabe? Então, como hoje tá um friozinho digno de chocolate quente, cobertor e casal, resolvi vir aqui compartilhar com vocês essa delicinha de texto. Vou publicar aqui apenas os trechos que mais gostei. Quem quiser ler tudinho, é só clicar no título que vai direto pro texto na íntegra, tá? :)

Foto: We Heart It
Quando o prazer da conchinha supera o prazer do sexo

Você se encaixa em mim de um jeito que eu não sei explicar. Você vai organizando o seu corpo de forma que todas as partes dele se encostam nas minhas. (...) E, se você dá bobeira, tranço logo meus pés nos seus. A gente se contorce pra achar um jeito da trança não limitar totalmente nossos movimentos. Passo meu pé, que perto do seu fica tão pequeno, por entre seus calcanhares e o ninho está feito. Sempre uso a desculpa de querer esquentar seus pés, a única parte do seu corpo que não é quentinha. A verdade mesmo é que quero grudar em você, centímetro por centímetro.(...) E você então encaixa seu rosto na minha nuca. E respira. E o ar quente vai aquecendo ainda mais o meu corpo que, a essa altura, já não sabe mais o que é frio. E sua respiração alta é quase como um sonífero. É o extremo do aconchego, me mostrando que você está realmente ali. Eu amo até o ar que sai de você. (...) E nessa vida na qual se mata um leão por dia, na qual se sabe de cor em quem se pode confiar e, na qual por tantas vezes nos sentimos fracos e desamparados em meio a um oceano de gente, esse conforto é coisa rara. (...) Cada centímetro do meu corpo venera cada centímetro do seu. Dali, friagem nenhuma se aproxima. E eu me recuso a pensar que aquilo não é amor. Talvez o amor que as pessoas busquem tanto, esteja nos micro-prazeres escondidos por trás das delicadezas da vida e do encaixe das conchinhas. E aí tenho certeza que naquele momento, a energia que borbulha dos nossos corpos colados nada mais é do que amor transbordando. Me esforço pra continuar acordada, sentindo cada segundo daquilo que me completa, que me faz bem. É como celular na tomada recarregando a bateria. Mas, o injusto da conchinha é que ela alcança um nível tão alto de conforto que já não é mais possível manter os olhos abertos.

A Jaque escreveu esse e outros textos lindos, dedicados ao Eme, lá no www.casalsemvergonha.com.br
-
Só eu que fiquei morrendo de saudade do namorado com esse texto? O tempo tá perfeito e eu quero logo que chegue o final de semana pra me esbaldar de descansar do lado dele, com boas doses de chocolate quente e carinho! :)


Leia também

2 comentários:

  1. Nossa, muito lindo o texto!

    Beijinhos

    www.burguesinhas.com.br
    @blgburguesinhas

    ResponderExcluir
  2. Tô apx por esses gatinhos!!! hahah =) Mto fofos!
    Amei o texto tb!

    Beijos,
    http://manualfashion.blogspot.com.br/

    http://www.facebook.com/pages/Blog-Manual-Fashion/170683273030306

    ResponderExcluir