Foto: Divulgação

Quem aí sabia que hoje em dia, mais de 66 milhões de meninas não vão à escola? Enquanto sonhamos com um mundo em que todas as crianças tenham acesso a educação para que possam lutar por seus objetivos e desejos, essas meninas são levadas para uma vida de subserviência em que aprendem a cozinhar, passar e limpar a casa, com o intuito de casar e ter filhos. Uma situação bem triste, não acham?
Foi pensando nessas meninas que a Plan International, uma ONG internacional de desenvolvimento, lançou uma campanha no ano passado para promover e lutar pelos direitos das meninas, ajudando a tirá-las dos braços da pobreza com educação.
E essa campanha completa na semana que vem, 1 ano de existência, exatamente no dia em que é comemorado o Dia Internacional das Meninas (11/10). E pra ajudar nessa campanha, que só no Brasil pretende ajudar a 30 mil meninas, eles nos convidaram a levantar as mãos, postar #PorSerMenina nas nossas redes e fazer coro com esse lindo projeto. E eu meeeeega achei do bem e já levanto as duas mãozinhas pela causa. : ) Vejam o vídeo do projeto:


- Por um mundo em que as meninas possam sonhar e trilhar seus caminhos em busca da realização de seus sonhos. :')
E a gente sempre tem aqueles dias em que não quer falar. Quer ouvir. Ouvir o coração.
Então dá o play comigo e curtam os próprios pensamentos por um momento... ;)

10. Marisa Monte - Chuva no Brejo


9. Hebert Vianna - Nada Pra Mim


8. The Lumineers - Ho Hey


7. Sarah McLaughlin - In The Arms Of An Angel


6. CéU - Vira Lata


5. The Smiths - Heaven Knows I'm Miserable Now


4. Ana Cañas - Será Que Você Me Ama


3. Joss Stone - Right To Be Wrong


2. Lenny Kravitz - Heaven Help


1. Eagle Eye Cherry - Save Tonight


- Curtiu? Então me manda as suas sugestões também! : )
I've got a midnight bottle gonna drink it down
A one way ticket takes me to the times we had before...

Hoje eu voltei a fotografar. E mesmo sem vontade de sorrir, resolvi compartilhar aqui mais esse "look do dia". Afinal, assim como Cris (Guerra) diz no livro Moda Intuitiva moda é estado de espírito. Moda é humor. Moda é a forma como você acorda e quer se mostrar ao mundo naquele dia. E hoje eu queria ficar quietinha. Na minha. Sem chamar muita atenção. Queria um tecido confortável e sapatos de algodão. Queria que o dia passasse logo e eu pudesse voltar a dormir. O cansaço é físico, mental e emocional. Mas, passa. Tudo passa. Né? : )

Vestido, Dona Florinda; Casaco, Catwalk; Meia-calça, Lupo; Botas, Anna Luz
Fotos: Beatriz Goulart

Cause lately I've been stumbling
Feels like I'm recovering
But I think it's only for tonight...

Na noite deste domingo (22) aconteceu no Nokia Theatre L.A., nos Estados Unidos, o 65th Emmy Awards. E mesmo com todos os contratempos da vida, consegui cobrir tudinho pra mostrar aqui pra vocês (quem tá no Instagram e no Facebook já viu uma dose do que eu mais curti no próprio dia... cadê você por lá? Vou deixar os links no fim do post, guenta aê!). Mas não consegui fazer esse post ontem por conta da super tendinite que me atacou com pontadas de dor e também porque entrei na que posso chamar a semana mais cheia do meu ano, até agora. Então, optei por dar um tempinho, viver cada compromisso do dia com calma e editar esse post gigante com o carinho e o cuidado que ele merece. Espero que gostem! : ) 
.............

Achei a noite um tanto quanto monótona no quesito inovação. E isso não significa que os looks tenham sido todos coxinhas, clássicos ou monótonos também. Apenas que eu não me surpreendi muito com os modelos desfilados no tapete vermelho. É a vida né? Acho que a gente vai acostumando o olhar. Ou eu que tava meio sem expectativas quanto à premiação. Whatever!


Pra começar escolhi um look assim, de princesa. Pois a Allison, na minha humilde opinião, arrasou demais na produção. Vestido Ralph Lauren e beleza com ar natural. Delicadamente linda!


Apesar de ter lido em vários lugares na web que Julianna Margulies estava customizando uma toalha de mesa como vestido de gala, eu curti. O modelo Reed Krakoff é simples, é leve e caiu bem com os traços dela. Já Jessica Pare me fez torcer o nariz: não gosto muito desse vasado na frente, deixando os pés a mostra. O modelo é um Oscar de la Renta e só me conquistou no tom, que eu amo. Cobie Smulders também optou por um modelo um pouco mais simples, de cauda longa e tom clarinho, assinado por J. MendelZosia Mamet foi de Honor e se não fosse por esse detalhe preto na altura do seio, eu até gostaria do visú!


Mais uma prova de que o vermelho está em alta e que mantém o seu poder natural de sedução e charme: Carla Gugino veste George Chakra de um ombro só. Sem muitos "frufrus" e super elegante! 


Eu achei esse vestido escolhido pela Betsy tão gracinha que eu fiquei sem palavras. É um Alice + Olivia by Stacey Bendet. E é muito lindo e classudo! <3


Esse vestido da Connie é a cara da riqueza, não acham? Eu amo esse tom de azul e achei que os detalhes em dourado arremataram super bem o look, by Naeem Kahn. A Leslie Mann deve ter visto na web que transparência tá na moda e escolheu esse modelito J Mendel que deixa as pernocas à vista. Acho que ficou bem na linha entre o bacana e o vulgar. Gostei que as linhas pretas do desenho dão uma impressão de "mostra mas esconde" nas pernas. Já Elisabeth Moss foi na clássica combinação de preto e branco nesse modelo Andrew Gn. Chique! Ainda nos clássicos, Christina Hendricks lembrou que quem tem um pretinho básico tem tudo e apostou num modelo all black Christian Siriano com mangas de renda. Charmosa que só!


Carrie escolheu um modelo claro Romona Keveza. Gosto do modelo mas a cor me incomoda. Enfim...


Quem me conhece sabe que é meio difícil eu achar uma mulher grávida assim, estonteante. NADA contra, só não acho a fase mais linda e ponto. Só que tem umas mulheres que parece que nasceram com um dom: são lindas e pronto. E desejam tanto a maternidade que se tornam um reflexo de amor e beleza. E esse definitivamente é o caso de Morena Baccarin que foi charmosíssima à premiação, num modelo Alexander McQueen. Mais um vermelho bapho da noite! Muitas palmas!


Maldades a parte mas, Malin achou que ia casar no tapete vermelho? Dislike!
Ireland Baldwin apostou no nude, que talvez ficasse um pouco melhor um tom mais escurinho para não conflitar com seu tom de pele. Mas isso é implicância minha com o tom, já que o modelo by Amanda Wakely Atelier é bem charmoso e sóbrio. Edie Falco escolheu um modelo simples fendado e nesse tom de azul. Mais uma vez o que me incomoda aqui é a cor, que creio não combinar muito com o tom de pele e cabelo de Edie.


Todos me disseram no instagram ter detestado esse modelo escolhido por Lena Dunham. Eu, muito do contra, amei. Mas eu amei antes de saber que todos odiaram. E continuo amando. E é Prada, by the way. ;)


Eis aqui a prova de que nem todo preto é básico. E nem todo modelo preto cai bem. 
Apesar de beeeem ousado, eu gamei no modelito escolhido por Lena Headey, by Alessandra Rich.
Amanda Peet pecou pelo excesso de informação, transformando o preto básico em algo parecido com o que se usava em velórios antigos. O modelo é Erdem.


O look de Michelle foi o primeiro que vi, ao me conectar à premiação. Simples, chique e super elegante, só podia ser Prada. E vermelho! <3


Alyson me ganhou pelo tom escolhido. AMO roxo. Acho que super combina com um vestido poderoso de festa e adorei o volume nas pernas. Só acho que o jogo de luz foi um tanto quanto cruel e a deixou com uma "pancinha" marcada na primeira foto. Coisas da vida!


Heidi tá poderosíssima né? Ou melhor, ela é. Tem postura, tem atitude. Tem Versace. [hehehe] Acho que é por isso que quase nunca consigo desgostar do que ela veste. Posso no máximo dizer "poxa, acho que não usaria mas, nela está bem bom!". ; )


Ainda na onda de brincar de transparência, Kristen Connolly escolheu esse modelo Nicholas Oakwell que tem um tecido leve e fluído de base, quase no mesmo tom da pele, dando um quê de nudez. Só acho que ela está muito magra e o desenho acabou a deixando um pouco estranha, não acham? Enfim.... 


Classuda, charmosa, elegantérrima: eis Zooey, sempre diva, num modelo J. Mendel. <3


Alisson estava linda nesse modelo Lorena Sarbu. Eu que geralmente não curto produções 100% pink curti bastante. O tecido é fluído, leve e a deixou ainda mais jovem. O decote também favoreceu. Uma lady!


Romance e doçura são as primeiras palavras que me vem à mente ao olhar essa escolha de January Jones. O modelo, Givenchy, traz a saia toda trabalhada em renda. Coisa mais linda!


E por falar em amor por roxo, olhem que lindo esse modelo Stuart Weitzman que Melissa Rauch escolheu? Além do amor ao vestido, o cabelo preso e o franjão deram um charme jovial extra. Um dos meus favoritos!


No time dos clarinhos, ainda tivemos Kate Mara de J. Mendel, Julie Bowen de Zac Posen e Claire Danes Armani Prive. Esse último, me desapontou no decote, que deixou a moça com ares de "peito caído". : /


Amarelo é poder! Mais uma no time do corte impecável e tecido fluído. O modelo escolhido por Anna Faris, Monique Lhuillier, ainda conta com uma fenda nas pernas, para aumentar o grau sexy da coisa. ;)


Jane Lynch fez uma linda homenagem à seu companheiro de Glee, Cory Monteith. E arrasou no look total black com blazer, calça e scarpin de salto médio!


Kaley Cuoco escolheu um modelo super sexy Vera Wang


Das moçoilas que escolheram o branco, Taylor Schilling foi a mais feliz. O modelo escolhido foi um Thakoon, também fendado, deixando as pernocas à mostra. : )


Mais uma a abusar da moda das transparências foi Julianne Hough. A loira apostou num modelo sexy-romântico by Jenny Packham. Jessica Lange também foi na onda, num look black Escada. E pra fechar a tchurma das transparências, Laura Dern e seu modelo coral Naeem Khan.


E pra fechar com chave de ouro, meu preferido: o modelo de rainha by Romona Keveza, escolhido por Carrie Underwood. A mais diva de todas desse tapete vermelho! <3

Fotos: Just Jared / Style.com

E pra quem ainda não segue, ficam aqui os links do blog no Facebook e também no Instagram! 
Todos correndo pra lá também! : )

I keep you with me, in my heart
You make it easier when life gets hard

A quinta-feira amanheceu fria e com céu branquinho. E eu aproveitei pra curtir mais um pouquinho dos confortáveis e maravilhosos looks de inverno. Vestido grossinho de manga comprida, botas e cardigan me fizeram matar um pouco da saudade dos dias frios. Obrigada universo....! :)

Vestido, Hering; Cardigan, Collins; Botas, Shuster, Colar, Feirinha
Fotos: Juliana Resende

Lucky we're in love in every way
Lucky to have stayed where we have stayed
Lucky to be coming home someday...

Essa semana voltou a chover e com a melhora da qualidade do ar as minhas dores de cabeça diminuíram e eu consegui até curtir um pouco melhor uma musiquinha, um vinho.... ô chuvinha abençoada! <3
E nesse clima de chuva na janela e céu branquinho, eu aproveitei para ouvir uma playlist bem calminha, bem no clima do aconchego. Espero que vocês gostem!

10. Breakfast At Tiffanys - Moon River


9. Funny Face - Bonjour Paris!


8. Ellie Goulding - Your Song


7. Leila Pinheiro - Eu Quero Ser Amada


6. Gilberto Gil - Toda Menina Baiana


5. Jussara Silveira - Saudade da Saudade


4. João Gilberto - Wave


3. Bryan Adams - Everything I Do


2. Vanessa Da Mata - Ainda Bem


1. Françoise Hardy - Les Temps de l'amour


- Curtiu? Então me manda as suas sugestões também! : )
Ainda bem
Que você vive comigo
Porque senão
Como seria essa vida?
Sei lá....

E depois da chuva, veio um ventinho gelado. Daqueles que eu tanto gosto. E com garoa, pra melhorar de vez minhas ites e minha vontade de viver. Só que quando se está oficialmente em rítmo de fim de ano e não rolam uns minutinhos de descanso, a gente chega no meio da semana assim: com sono, MUITO sono. E o frio ajuda a potencializar a preguiça. Então hoje eu decidi que não ia brigar com a minha preguiça e sim, me aliar à ela. Pra lembrar que eu também preciso de 5 minutos de respiro e que as roupas certas podem garantir o aconchego que a gente precisa pra seguir na luta do dia a dia. Então, fui de chemisier! E apenas isso basta pois ele já é velho conhecido aqui do blog. [risos] Para aquecer com um certo charme, escolhi essa meia-calça que imita uma sobresição de meia fina com meia 7/8. Adoro e continuo na busca por outro exemplar desta, que já está quase aposentada de tantos remendos. Nos pés a botinha eleita a melhor compra do inverno, pois é praticamente uma pantufa em formato de botas. E pra proteger da chuva e do vento, esse trench vermelho que eu usaria todo dia, se pudesse. : P

Chemisier, Renner; Meia-calça, Trifil Fashion; Botas, Anna Luz; Trench, Renner
Fotos: Beatriz Goulart

Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar...

C'est le temps de l'amour 
Le temps de copains
E de l'aventure...

Depois de um final de semana quente e quase explodindo de dor de cabeça, tudo que eu queria para começar a semana era simplicidade e tranquilidade. De preferência, que isso fosse acompanhado de um look fresco e leve pois a dor deixa tudo com ar mais pesado. Então optei por esse maxi-dress que, além de super fresquinho, tem flores, cores e memórias, o que seria um tema positivo para o meu dia. Como sempre tenho que carregar uma blusinha por conta dos ares condicionados da vida, escolhi esse cardigan de cor forte que era pra continuar no clima vibrante de vida. No rosto, hidratante e um bb cream. Só! [risos] E para contrapôr, folga para os pés numa rasteirinha super neutra e confortável. AH! E muita figa para que a chuva caísse logo, pois o tempo anda seco demais e assim não há pressão arterial que aguente! : P
As fotos foram feitas em um dos meus cantinhos preferidos da cidade: a Livraria Cultura. O ambiente é sempre aconchegante e foi ótimo para relaxar um pouquinho depois de uma segunda corrida de trabalho! Vocês também tem cantinhos assim, que servem para escapar da correria e acalmar os ânimos? Pensei em preparar uma listinha com dicas dos meus preferidos aqui de SP e quero a opinião de vocês! Me contem dos seus cantinhos especiais e locais, que logo logo, eu conto aqui dos meus! <3

Vestido, Renner; Cardigan, Collins; Rasteirinha, Grendha; Livro, Moda Intuitiva by Cris Guerra
Fotos: Juliana Resende

Malgré ses blessures
Car le temps de l'amour
C'est long et c'est court
Ça dure toujours
On s'en souvient...



Há pouco mais de um mês uma colega querida do trabalho me disse que havia lido um livro que era minha cara e me emprestou, depois de eu simplesmente me apaixonar pela capa e orelha. Daí foi só magia. Daquelas que só quem adora um bom livro consegue entender. Pois só amantes de verdade saboreiam cada segundo de um bom livro. A história, a textura das folhas, o marca-páginas, o cheiro de livro novo... enfim!
A história é real e conta como um gato lindo, laranja e felpudo transformou a vida de James nas ruas frias de Londres. James é um ex viciado em heroína que toca sua guitarra no centro de Londres e vive em um apartamento subvencionado enquanto está em um programa de recuperação de seu vício. Um dia chegando em casa, encontra Bob meio ferido e quieto na entrada do prédio. Após se certificar de que ele não era o bichinho de estimação de nenhum vizinho, ele começa a cuidar do pobre gatinho que está doente e tem alguns ferimentos provavelmente advindos de brigas com cães e outros gatos de rua. E essa amizade vai fazer mais pelos dois, do que qualquer um possa imaginar.  
Essa dica é ainda mais especial para você que tem um bichano, pois vai se reconhecer em várias situações descritas. 


- Amor felino <3
Like a flower waiting to bloom
Like a lightbulb in a dark room
I'm just sitting here waiting for you
To come home and turn me on...

Eu definitivamente não quero ser a chata da história, que reclama do calor quando ele chega. Mas, poxa.. esses últimos dias foram tão quentes e secos que não consigo pensar muito em qualquer outra coisa que não sejam orações para que chova e o ar fique um bucadinho melhor pelo menos. Muita dor e muita fraqueza, só me deixaram ser clássica nessa escolha, que tinha de enfrentar o dia quente e chegar ao fim do dia vivo, pois ainda ia sair para jantar fora. Então sem muito pensar, peguei esse vestido azul que é super levinho e versátil. Pra combinar, dar um charme e proteger do sereno a noite, um blazer de manga 7/8. Durante o dia, os pés ficaram numa sapatilha. A noite só troquei por um salto alto e carreguei mais a make. 
O look da noite eu acabei não fotografando por conta do combo "pressa, preguiça, falta de luz e enjoy the moment". Mas, vou mostrar algo parecido com isso logo mais, me aguardem! <3

Vestido, Collins; Blazer, Barreds; Sapatilha, Vizzano; Colar, Boulevard Monti Mare
Fotos: Juliana Resende

Like the desert waiting for the rain...