Diário de Bordo: dia 4 - Buenos Aires [parte 1]

6 Comments
Nota: ... 1 ano. Exatos 365 dias se passaram e eu engoli seco. Curei, ou melhor, cuidei das feridas. E agora voltei para terminar a história. Afinal, prometi contá-la até o fim aqui. E agora que a temporada de cruzeiros se abre novamente, nada melhor do que terminar de contar minha história aqui, para quem estiver afim de conhecer um pouco da minha experiência. Assim, quem sabe eu ajudo algum de vocês a se decidir sobre possíveis destinos, passeios e afins. : ) Vamos lá?

....
A quarta-feira amanheceu e eu simplesmente não queria levantar da cama. Super compreensível, né? As últimas noites, sonhando se Edu iria conseguir embarcar ou se eu seguiria viagem sozinha atormentaram meu descanso com pesadelos dos mais pentelhos e amargos possíveis. Mas agora, ele estava ali, dormindo ao meu lado. E eu, mesmo com a ânsia de aproveitar cada segundo do navio, quis aproveitar mais alguns momentos ao lado dele na nossa paz particular. :) Minha aura de sonho foi interrompida pelo anúncio do capitão de que chegávamos à Argentina. Pulei da cama mais animada do que nunca, me arrumei e chamei Edu. 
- Ei, vamos tomar logo esse café que logo mais desembarcamos para passear em Buenos Aires!
E lá fomos nós. Café da manhã. Aqueeeele que vocês sabem que eu tanto amo. E esse tinha que ser BEM reforçado porque afinal, íamos andar bastante e ainda não tínhamos ideia de onde seria a próxima refeição... 


Ah vai, até que fui light. Nem tem nutella no prato! =P
No desembarque me recomendaram 'sentir' primeiro a cidade antes de pagar de turista com a câmera e celular em punho. E eu bem concordei pois a avenida do porto de Buenos Aires não é lá super bonita e confiável. Decidimos pegar um mapa e andar, ao invés de já pagar logo de cara, um táxi. E foi super fácil nos encontrarmos pois a avenida de frente dava no centro, pelo que vimos. Então, seguimos andando debaixo do escaldante sol porteño até eu não aguentar mais guardar a câmera e..  


Nossa, sério. A primeira coisa que pensei foi 'como não me encantar?'
Tinha um quê de interior. Só que era cidade grande! Não sei explicar em palavras meu primeiro sentimento por Buenos Aires. Só sei que o calor tava de matar e nem isso me fez reclamar. Fotografei, suspirei, admirei. E depois nós olhamos ao redor e começamos a busca por uma casa de câmbio para trocar dinheiro e pegar o metrô. Rodamos muito, entramos em vários lugares, perguntamos para várias pessoas. Até que desistimos de trocar dinheiro e resolvemos que íamos andar a pé mesmo. E ó: essa já começou sendo a melhor decisão do dia. Que delícia andar em Buenos Aires! <3 As ruas lembram muito o centro velho de São Paulo, só que o ar de segurança e tranquilidade te lembra que não, aquilo definitivamente não é São Paulo [risos]. Em uma dessas ruas, encontramos um Havanna: nosso refúgio de wi-fi! YEY!


Já logo pedimos algumas coisinhas deliciosas para tomar um segundo café da manhã (gordinhos, eu sei. Mas a gente precisava de energia pra andar! ahahahah) e demos uma olhada no jornal local. E foi quando descobrimos que não muito longe dali estava acontecendo uma manifestação.
- Hummmm, tá aí o motivo da rua tão tranquila, a galera tá concentrada em outro ponto da cidade. hehehe
Não, isso não foi nenhum empecilho para continuarmos andando e nos apaixonando pela arquitetura e pelas cores da cidade. E lá fui eu, cada vez mais encantada.... 

Camiseta, Renner
Bermuda, Riachuelo
Óculos, GO Eyewear [presente da marca]
Sapatilha, Satinato
Bolsa, Feirinha

O look da caminhada eu já tirei e postei correndo no insta lá do Havanna mesmo, porque eu nunca sabia quando é que eu ia conseguir conectar de novo :P Mas, como faz bastante tempo isso, ficam aqui os créditos de novo. ;)


E aí, seguimos por aquela tranquila rua do Havanna até chegar à Plaza de Mayo, que estava tomada por manifestantes mas, também abarrotada de transeuntes, turistas, carros e ônibus de excursão. 


A Casa Rosada só de longe mesmo, porque estava fechada e lotada. E também porque, grande do jeito que é, fica estranha na foto de perto. Mas é tããããão linda! <3

- Fuera Kirchner!

Depois de rodar a praça, tirar milhões de fotos e socializar com vários turistas, seguimos para um dos lugares que eu mais queria ir bater perna: a Calle Florida! <3


É na Calle Florida e seus arreodores que ficam as lojas mais sensacionais de Buenos Aires, isso sem contar da Galerias Pacífico, que é parada obrigatória para qualquer mulher que vá a BsAs. Lá tem de um tudo e geralmente, paga-se bem barato. 


Sobre compras: eu nunca acreditei quando alguns amigos diziam que o sonho deles era trabalhar em São Paulo e consumir em Buenos Aires. Depois desse dia, acreditei mais do que nunca. Uma pena: não tinha muito espaço na minha mala. Duas penas: terei que voltar só pra fazer compras! : P


Cenas bucólicas de uma tarde em BsAs. As cores, as texturas, as formas.
E novamente eu me pergunto: como não se apaixonar? 


Do trem e do metrô só vimos o que dava, de fora. Pois uma vez que já estávamos na vibe de andar e tudo que quisemos comprar conseguimos pagar com cartão ou até em reais mesmo, acabamos desistindo de comprar bilhetes de transporte público. Mas as construções eram bonitas também ... 


Por volta de 4 da tarde nós iniciamos nossa trajetória de volta ao navio, pois havíamos comprado o show de Tango pelo navio e precisávamos nos arrumar para voltar à cidade a noite. E mais um show de cores de um dia absurdamente lindo e quente, nos brindou. 


De volta ao navio, percebemos que não tínhamos almoçado. Pois é, andamos tanto e nos divertimos tanto que nem lembramos de comer. Então, troquei de roupa por um maiô rapidinho e fomos fazer aquele lanche na beira da piscina. Os pés para o alto na espreguiçadeira era um oferecimento das bolhas que surgiram no meu pé depois de tanto andar pela cidade naquele calor, e de sapatilha! 
E vou te contar, não foi nada mal esse relax viu? A noite porteña prometia e muito! 
Mas essa parte da balada fica pro próximo post, que eu prometo, não vai demorar um ano pra sair! hahaha ;)

[continua...]


Leia também

6 comentários:

  1. Que massa!!!
    não acho que conseguiria estar em um cruzeiro, fico enjoada até de taxi!
    Buenos Aires me encanta muito. Quero conhecer.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura Ítala? Eu amo o mar! Se me deixassem eu morava num navio! rs

      Beijinho!

      Excluir
  2. Ai, que saudades que me deu e BsAs, mas nem penso em ir pra lá no calor, amo o climinha frio e fica bem melhor de passear pela cidade *-* Mas seu cruzeiro parece estar sendo demais, amo ler posts de viagens <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tha! BsAs no inverno... aiai <3 Mas no verão também é tudo de bom! hehheeh

      Beijinhos!

      Excluir
  3. ai que delicia! eu estive em buenos aires em 2010 e vendo suas fotos já deu mt vontade de ir de novo!

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui ano passado e já to morrendo de saudade. Imagino você! rs

      Beijinhos Li!

      Excluir