Dia do “eu já vou dormir, só vou terminar esse texto”. 
Dia do “não vou abrir até fotografar”.
Dia do “não posso sair, tenho que programar posts”.
Dia do “nossa, isso daria um post”.
Dia do “meu, vamos gravar esse passeio todo pq ele vai gerar dicas muito boas”.

Eu poderia ficar aqui até amanhã dizendo frases que falo, escuto e fazem parte do meu dia a dia. Eu sempre trabalhei. Tive outros 3 blogs antes do MP. Sempre mantive todos junto do trabalho. Sempre fui chamada de louca, desvairada. Sempre. 
Não tem um dia que se passe sem que alguém venha questionar minha dedicação: mas, se não é pra ficar rica, porque você faz? 
O mundo anda tão chato. As pessoas não sabem mais amar, colocam / criam regras pra tudo. Padronizam o lazer. Enjaulam a criatividade. Esqueceram o amor. Desaprenderam a gentileza e o incentivo. Arrancaram a bondade pela raiz
Eu faço do MP um trabalho vitalício porque é meu grande projeto pessoal. É meu cantinho. Meu diário. Meu incentivo para continuar criando. Minha janela para falar com pessoas tão especiais que talvez eu nunca conheceria por outras vias. Meu porto-seguro. Meu aprendizado constante. 
Se eu faço pra ficar rica? Não. Aqui, dinheiro é consequência de bom conteúdo, muito empenho e amor transbordante. Porque aqui, é meu. Tudo meu. Posso escolher sobre o que escrevo. Como escrevo. SE escrevo. E essa liberdade é apaixonante. DEMAIS. 
Se você que estiver me lendo, trabalhar com qualquer coisa que envolve criação, redação e afins, talvez me compreenda melhor. Se não trabalha, espero que minhas palavras se façam claras: não há benção maior do que fazer coisas por amor. Por devoção. No matter what

Então, fica aqui meu feliz dia do blog, pra quem ainda cultiva a essência dessa rede maravilhosa: a total liberdade de expressão e amor. <3
Aconteceu na noite deste domingo (30) a premiação do Vídeo Music Awards, o VMAs, 2015. Acompanhei cada momento do red carpet pra poder compartilhar aqui os 5 melhores para mim. Todos prontos? 

Selena Gomez chegou elegantérrima apostando no básico e chic modelito negro básico ( by Calvin Klein). 
Cara Delevingne, sempre lindíssima, resolveu abalar com as pernocas de fora nesse modelo super fofo Saint Laurent
Taylor arrasou no conjuntinho e eu amei os sapatos. Mas não consegui descobrir os créditos, alguém sabe?
Vanessa Hudgens veio mesmo pra arrasar né? Parecia uma princesa Disney nesse modelito Naeem Khan! <3
Chrissy Teigen simplesmente veio pra ser a campeã de qualquer top 5 best looks!
A musa de John Legend estava deslumbrante nesse modelito sexy, ousado e delicado.

- E que venham mais tapetes vermelhos! 

É, faz quase 1 mês que estou tentando reunir aqui todo o conteúdo do delicioso preview de Primavera-Verão 2016 da Marisa. Quem me acompanha no blog sabe que eu gosto e uso muito a fast-fashion e fiquei extremamente feliz com o convite deles esse ano em conferir de perto as novidades num desfile mara! Já começamos bem: a trilha foi pela Suricato. E foi ao vivo! 
A coleção foi dividida em 5 mini-grupos inspiradas em uma maxi-tendência: os anos 70. São elas: Festival, Porto, Tropical, Oriente e Jeans. 


Errrrr, poutz Camis, as fotos não ficaram tão boas. É não ficaram. : / Eu estava sozinha lá e... gravei tudo pra vocês! Rá! :P Dá o play aqui e confere tudo lindamente, como se o desfile rolasse agora, no conforto do seu lar! :)


E sim, eu já corri nas lojas porque a coleção chegou! \o/ Experimentei 3 peças que me deixaram com o coração batendo mais forte e tá aqui o resultado:

[ qual deles é seu favorito? O meu é esse terceiro, todo lindo, que já mora no meu closet!]

- Muito amor, dona Marisa! <3
Nunca pensei que uma foto minha de #GarrasDaSemana fosse fazer tanto sucesso quanto foi na semana passada, vocês são demais! <3 Continuando a saga da nova coleção de esmaltes da Gio Antonelli, essa semana resolvi ir no clássico azul que ela tanto ama e é tão marca dela. Com vocês, Postando! :)


Esse tom de azul vibrante cor de céu é mais do que perfeito para alegrar essa semana que promete ser cinza. Fora que é a cara da chegada da primavera né? Tô encantada com o tom! Usei duas pinceladas e a cobertura foi excelente. Sobre a duração, se for um décimo do que foi o da semana passada, esse esmalte vai bater meus favoritos! Encantada! 
Mademoiselle Paris

Recebi dia desses as fotos da nova coleção Lez a Lez de Primavera-Verão 2016 e fiquei perdida no tempo admirando as fotos e toda arte contida nelas... 
Como pode tanta luz, leveza, cor, sentimento, impressa na tela? 
A marca viajou até a Guatemala para os cliques e a coleção foi toda inspirada na riqueza dos artesanatos locais e da cultura de seu povo e chão. As peças vem carregadas não apenas do dia a dia dos povos como seus rituais, ricos tecidos, cores e bordados. Bom, dá pra ver nas fotos né? <3

Mademoiselle Paris

Os tons escolhidos? Violeta, laranja, amarelo e verde para garantir o toque primaveril. O branco e o off-white pra neutralizar. Estampas de pássaros, frutas, folhagens e desenhos étnicos. 
Basta ver as peças para sentir o espírito de liberdade e aventura que a marca quer passar... 

Mademoiselle Paris

Tô louca pra arrebatar esse último aqui. Ele não é de arrancar suspiros? <3
Há alguns anos que eu abdiquei de ir religiosamente no salão todo mês sofrer com depilação de cera quente. O motivo? Eu não sou obrigada a sofrer desse jeito, produção! Passei um tempo só na lâmina e fazia tuuuuudo errado. Foi só quando comecei o laser que finalmente aprendi truques super bons para usar a lâmina em casa. E hoje, com toda a tecnologia que temos, tá ainda mais fácil né? 


É importante a gente cuidar de manter pernas lisas e maravilhosas inclusive no inverno. Ok, ok, eu não vou mentir aqui que nunca disfarcei um dia de preguiça com meia-calça. Mas vamos lá: alguém aí para de namorar por conta do frio? Não né! Fora que dentro de casa geralmente a gente fica mais a vontade e é nessa hora que o boy não pode te ver relaxada. Senão ponto negativo no romance. Pensando na nossa preguiça e também na nossa beleza e conforto, o pessoal da Gillette criou a coisa mais maravilhosa no quesito pernas poderosas ever: o Vênus Breeze! Creio que muitas já conheçam mas, fica o reforço: esse gillette é MARA. Ele tem duas barras de gel que cuidam da pele antes e depois do corte da lâmina e por isso, o acabamento fica tão perfeito em tão pouco tempo! <3 Então tomem nota de algumas dicas poderosas:

  • sim, a melhor hora de se depilar é NO BANHO. A água quente/morna ajuda a abrir os poros e facilita na remoção dos pelos. 
  • melhor que sabonetes, o bom é ter um gel de depilação específico. Esse tipo de produto ajuda a evitar irritações! (ou faça como eu e já compre a lâmina que tem fita de gel, como essa Breeze da Gillette)
  • assim que notar falta de corte troque de lâmina, não fique com ela para não correr o risco de se machucar
  • esfolie a pele uma vez por semana para poder remover as células mortas e bactérias. 

E aí, quais são as dicas de vocês para uma boa depilação? :)

*p.s.: esse post não se trata de publicidade. 
Oie! Voltei com mais uma dica de café imperdível mas, esse não é pela comida e sim pela história e decoração. O Café Majestic, no Porto (norte de Portugal), é considerado um dos cafés mais bonitos do mundo. 


Aberto em 1921, o espaço ainda conserva toda a aura de glamour e elegância típica dos anos 20, com decoração impecável. Entrar no Café Majestic é se transportar para aquela década onde os homens e mulheres estavam sempre bem vestidos, incluindo chapéus bem extravagantes!  Os fãs de Harry Potter tem mais um motivo para visitar o local: foi ali que J.K. Rowling começou a escrever os manuscritos dos livros! ;) 


Como me falaram que a comida lá não é das melhores e os preços são bem altos (mais de 3 euros por um simples café!), acabei só entrando para conhecer, não comi nada… #Pobrezas [risos]  
O Café Majestic fica na Rua de Santa Catarina (essa rua tem várias lojas legais também), 112, no Porto, Portugal. Abre de segunda à sábado, das 9h30 até meia noite. Quem quiser ver mais, é só assistir ao vlog que fiz no Porto

Beijos, Luli - www.trendtips.com.br 
Fotos: site do Majestic e Luli Monteleone
Hoje, dia 19 de agosto, é dia do artista de teatro. Uma amiga postou mais cedo centenas de frases que nos dirigem sempre que dizemos ser atores, no Facebook. Li, refleti e me peguei pasma com a quantidade de vezes que me abalei por elas. Pensei em quantas vezes fui julgada na escolha da profissão, na aceitação de que era esse o amor pra toda vida, que era isso que me fazia sentir plena na dor e no amor de estar ali, no palco. De pertencer tão absolutamente àquele chão sagrado. De fazer sagrado qualquer que fosse o chão que eu pisasse afim de contar uma história para alguém. De quanto o “quero entreter e fazer pessoas felizes” era visto como hobby e não vocação. Pensei também em quantas vezes fui julgada por ter dado um tempo na carreira para me ajeitar na vida, depois da morte de meu pai. Pensei em quanto a gente deixa as pessoas meterem o dedo na nossa cara durante a vida, dizendo o que (para eles) é o correto a se fazer.


Acho que a ficha da maturidade caiu quando percebi que comecei a não me importar mais tanto com isso. Estou fora dos palcos há 3 dolorosos anos. E não houve um dia nesse período em que não exercitasse meu corpo de algum modo para me manter a postos, pronta para qualquer regresso repentino. Não houve um só dia em que o coração não sangrasse de saudade. Não foram poucas as vezes que tentei voltar mas, ainda não deu. Por motivos que ninguém de fora compreenderia, não consegui voltar aos estudos da arte que move cada minuto da minha vida. Mas, hoje eu entendi: estar fora dos palcos não significa que deixei de ser atriz. O teatro está em mim como o sangue que corre quente nas veias. Eu respiro teatro, eu uso técnicas dele no meu dia a dia. Eu projeto sim a minha voz, principalmente em reuniões. Eu crio histórias (milhões delas) na minha cabeça, como se ainda estivesse dentro das aulas de dramaturgia. Eu me faço presente, me posiciono e tenho muito mais noção de espaço. Isso não me faz melhor do que ninguém, não é disso que eu to falando. Tô falando de ser diferente. De respirar uma coisa, mesmo longe dela. De não esquecer. Vivenciar. Continuar estudando, mesmo que sozinha. Porque uma coisa sobre mim, o teatro me mostrou e assumi há muitos anos: sou um poço de esperança. Ainda não deu pra voltar, mas uma hora a vida se encarrega de acertar os caminhos. O que mais importa é manter a fé, manter a paixão e estar pronto. E enquanto isso, e eu? Eu estarei aqui, pronta para isso, com tônus em cada célula do corpo ansiando e desejando por isso. Estarei aqui. Fazendo arte. Estarei aqui. De peito aberto. Porque os de corpo "fechado" sofrem menos mas também tendem a viver menos. E eu? Estarei aqui. Vivendo cada segundo. vendo em cada curva, uma nova esperança. Dançando a dança da vida a cada acorde, aprendendo a levar e ser levada pela melodia que ora é calmaria, ora é tensão. 

Estarei aqui. Grata aos Deuses pela clareza de saber que a espera não é o fim do mundo. É uma oportunidade de amadurecimento. De crescimento pessoal. De preparação do espírito para algo muitíssimo bom que o futuro, aquele logo ali na curva do horizonte, me reserva.

- Feliz dia do Artista de Teatro. <3
Estava fuçando o site da Cosmopolitan gringa dia desses e me deparei com uma matéria tão legal que na hora quis compartilhar com vocês, afinal, eu sou tipo louca pra sair por aí vestida como uma princesa Disney. Só falta mesmo a $ e o tempo né produção? #detalhes
Fato é que no mundo das celebridades é até comum a mulherada se inspirar nas nossas musas dos contos de fada para poder escolher o look perfeito para o red carpet. Sendo assim, escolhi 10 looks que achei MUITO inspirados mesmo para compartilhar com vocês aqui. Mas quem quiser ver a galeria completa da revista, pode clicar aqui. :)

10) Jennifer Hudson


Gente, eu jamais diria que é inspirado até ver a montagem com a personagem do lado! Amei!

9) Jessica Alba


Ai gente, esse só tá em 9º porque eu amo as mangas do vestido da Aurora. Mas que o vestido da Jessica é baphônico, isso é! <3

8) Amy Adams


Esse look eu podia jurar que havia aparecido aqui em algum TOP 5 de red carpet, visto a lindeza e delicadeza infinitos. <3 Também, mais uma vez, faltaram as lindas luvas. Acho que poderíamos relançar essa moda qualquer hora! : )

7) Lupita Nyong'o


E o tanto que Lupita lembra a Tiana gente? Mesmo o vestido não tendo suuuuuper semelhança, os detalhes delicados podem ser considerados uma releitura da princesa negra da Disney. Amei! 

6) Jennifer Lawrence


Claro que o super polêmico vestido de Jenny Lawrence havia de estar nessa lista. Afinal, acho que é um dos maaaaaais parecidos. E vamos combinar? Até assim a mulher ficou linda! Luz interior define!

5) Katie Holmes


Apesar de ser fissurada nesse modelito da Bela, a releitura de Katie não me empolgou muito. Mas há que se convir que está digna de uma princesa Disney. ;)

4) Katy Perry


Musa absoluta, esse tom realçou tido que ela tinha de melhor. Ficou ainda mais iluminada, parece mesmo uma princesa de conto de fada.

3) Lady Gaga


Se ela segurasse um mini baú, eu teria realmente medo dela! :P 

2) Kiera Knighley


Pra mim, a única coisa que faltou pra musa foi o cabelo arrastando no chão! <3 Que vestido maravilhoso meu Deus! Quero pra mim! <3 <3 

1) Kim Kardashian


A musa das curvas arrasou na releitura de Jasmine. Aliás, eu sempre preferi a Jasmine vestida de vermelho mesmo, ela fica tão linda! rs <3

... 
Agora contem pra mim: qual o seu favorito? :)
Blusa, Rubinella
Saia, Marisa
Sapatilha, C&A

Amor é o que fica depois do desespero
Amor é o que fica depois da vingança
Amor é o que fica depois da solidão
Amor é o que fica depois das brigas
Amor é o que fica depois da bebedeira
Amor é o que fica depois da fofoca
Amor é o que fica depois das dúvidas
Amor é o que fica depois do orgulho
Amor é o que fica depois dos gritos
Amor é o que fica depois da raiva
Amor é o que fica depois dos erros
Amor é o que fica depois da cobrança
Amor é o que fica depois do cansaço
Amor é o que fica depois de ir embora
Se o amor ficou depois de tudo
Não finja que ele é nada. 
(Carpinejar)
E finalmente eu estreio a coleção MARA de esmaltes da Gio Antonelli para Colorama. <3
A linha foi lançada oficialmente há duas semanas mas, só agora consegui começar a testar. Coisa de correria, vocês entendem, né? Enfim, escolhi começar por esse vermelho tomate porque aaaaamo esse tom. Acho lindo de viver e acho que combina com tudo, inclusive com os dias super ensolarados e quentes que temos tido. Fora que vermelho sempre me traz boas vibrações, acho que tenho algos astral com essa cor. :)

Mademoiselle Paris

O Sensualizando é um vermelho aberto, quase vermelho tomate. Intenso e cremoso, ele fica no tom certo já na primeira pincelada. Seca rápido e valoriza unhas compridas, mas também acho que fica charmoso em unhas curtinhas. Passei uma camada de Colorfix (já falei dele aqui) para potencializar o brilho e voilà! Nem precisei de spray secante! 

Mademoiselle Paris

- RED! I FEEL MY SOUL ON FIRE!
Mademoiselle Paris

Há duas semanas, estive na Kiehl's para conhecer uma super novidade da marca: a linha Damage Repairing & Rehydrating Haircare. A linha é formulada para tratar cabelos mais danificados, enfraquecidos e extremamente secos, reparando os danos e restaurando a aparência geral dos fios. A ideia é que após 5 usos da linha completa, os cabelos fiquem até 5x mais fortes e que nesse período é possível reverter até um ano de danos que prejudicaram a maciez dos fios. 
Formulada com óleo de árvore de moringa, um dos óleos vegetais mais requisitados e usados em rituais de beleza desde o Antigo Egito, e combinada com os hidratantes hialurônico e ceramidas, essa fórmula trata dos principais problemas dos cabelos danificados para ajudar a fortalecer e nutrir cada fibra capilar. 
Conversando com a expert da marca, soube que os danos a que esse produto melhor repara são os danos térmicos, ou seja, aqueles causados por secador, chapinha, baby-liss e até mesmo o sol.  Recebi a linha para testar e comprovar o que me diziam, e usei à risca com as recomendações: lavar com o shampoo, usar o condicionador apenas no comprimento do cabelo e finalizar o tratamento passando o leave-in nos fios ainda molhados. Começo dizendo que já amei a fragrância, um cheirinho muito suave de leite com coco. O toque do shampoo já mostra a que veio, você consegue sentir que ele está limpando até pelo toque durante a lavagem. Após os primeiros dois dias, já notei uma diferença booooa nos fios. E no fim das 5 lavagens realmente acho que os fios estavam mais nutridos e felizes. Porém, como tenho cabelos oleosos, uma sexta lavagem não é recomendada pois começa a pesar o cabelo. Nesse caso, o bom  mesmo é ter linhas que se possa revezar. Acho que todas que me leem vão concordar que nós brasileiras temos esse hábito, já pra vida: nunca temos uma única linha de tratamento no nosso banheiro. :) Estou revezando essa linha com algumas outras que eu super amo, e tem dado mega certo! Fica a dica pra quem usa muito aparelho quente no cabelo! Fora que Kiehl's é MARA, dura e tem uma hidratação incrível, independentemente da linha. <3
Tenho tentado diminuir a quantidade de coisas que carrego na bolsa dia a dia gradualmente... Num desses quebra-cabeças em busca do essencial, me vi saindo uma semana inteira com menos de 10 itens! E achei MARAAAAA! Tinha que, obviamente, compartilhar aqui. :)

Mademoiselle Paris

1. Carteira: óbvio! Não dá pra sair sem documento, cartão e dinheiro hoje em dia né? (sem dinheiro ás vezes acontece! :P)

2. Lenço de Papel: no meu caso, sem perfume, porque só quem tem 'ites' crônicas sabe o quão necessários eles são! E além do mais eu sou mega alérgica à pó, o que me causa crises surpresas homéricas de vez em quando....

3. Óculos de sol: não ser uma pessoa matinal means: não saio de manhã sem eles MESMO! Esses da foto são os que tem me acompanhado nos últimos dias mas, eu geralmente troco de acordo com o humor, vocês também tem dessas?

4. Shampoo a seco: porque há tempos estou tentando intercalar meus dias: lavo hoje, uso Batiste amanhã; e por aí vai! Além do quê, a textura que ele dá no cabelo é maraaaaa! Meus coques de fim de dia andam cada vez mais bonitos graças à ele! <3

5. Cabinho de celular e bateria extra: tem dia que eu passo o dia na rua, sem acesso à tomadas. E olha, é tenso. A bateria do meu celular já me provou várias vezes que aguenta bem o tranco mas, prefiro conter minha ansiedade tendo sempre a bateria extra comigo para possíveis emergências. Já fui até 'tomada' de amiga durante almoço! hehehe

6. Trident: porque ter algo refrescante para mascar de vez em quando, me relaxa.

7. Fone de ouvido: como edito muita coisa na rua, indo de um lugar para o outro, os fones são bem úteis! ;) 

8. Batom Nude: no caso, o Boca da Julia Petit para MAC. <3 Amo e já falei dele por aqui! 

- Por bolsas (e pesos) cada vez menores nos ombros!
Mademoiselle Paris

Oie! Sou a Luli, do Trend Tips, moro em Lisboa, Portugal e a partir de hoje darei algumas dicas especiais por aqui sobre lugares interessantes que tenho visto na Europa. Espero que gostem! ;) Claro que vou começar com uma dica bem #GordinhaSafada: o clássico Pastel de Belém! 
Passeio obrigatório para quem visita Lisboa, é um perigo para mim, pois sou literalmente vizinha desta delícia!  história é a seguinte: em 1837, em Belém, próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, numa tentativa de subsistência, os clérigos do mosteiro dos Jerónimos puseram à venda uns pastéis de nata. Por conta dos turistas que frequentavam Belém (que na época era “longe” de Lisboa), o doce ganhou fama. Quando o mosteiro fechou, os pasteis continuaram sendo produzidos numa fábrica próxima ao local, que virou a pastelaria atual.
A dica de ouro é: pule a fila do balcão e entre direto no restaurante. A fila para sentar geralmente é menor e você pode degustar seu Pastel de Belém sem pressa, junto com um café ou vinho do Porto! Se estiver com fome, os salgados e sanduíches daqui também são ótimos! 
E não se iludam: Pastel de Belém, só na Fábrica dos Pastéis de Belém. Só ali você pode saborear o doce quentinho e ainda polvilhar com canela ou açúcar de confeiteiro! Qualquer outro doce do tipo, inclusive aqui em Lisboa, é chamado de pastel de nata! ;)
A Fábrica dos Pasteis de Belém fica na Rua de Belém, 84 em Lisboa, Portugal. Abre todos os dias, das 8h às 23h (ou até meia noite, no verão).

Beijos,

Luli - www.trendtips.com.br
As duas últimas semanas, foram provações na vida. Gente, que maré alta de imunidade baixa! E com a correria dobrada, não me surpreende mesmo que eu tenha que vir aqui contar que caí doente. : / Fui pega por uma virose daquelas devastadoras. Mas estou me cuidando, estou tentando puxar o freio e acalmar o coração. Estou mesmo! E por isso, eu acho, vai rolar uma queda na quantidade de coisa por aqui, POR ENQUANTO! Mas, no instagram, snapchat e afins da vida, eu ainda tô rendendo dia a dia! :P Já me seguem por lá né? ;) 
...
Exatamente por conta do stress das duas últimas semanas, minhas unhas ficaram um caco! Então resolvi usar os presentinhos do último encontrinho que fui da Mavala, pois lembrei que ganhei um fortalecedor deles que é babado de bom! E como eles bem conhecem meu gosto, mandaram esse vermelho LIIIINDO pra eu conhecer. Como não amar, né? 

Mademoiselle Paris

Herdei de meu pai o gosto por vermelhos. Esse Moscow, da Mavala, é bem intenso e uma pincelada já deu essa cobertura liiiiinda e densa da foto. 

Mademoiselle Paris

A Mavala 002 é uma base fortalecedora porreta que você só pode passar por baixo de um esmalte porque ela fica parecendo uma gelatina na unha. Você passa, espera secar e depois aplica o esmalte normalmente! 

Mademoiselle Paris

E para finalizar, usei o Colorfix que é um tipo de verniz pro esmalte. Coisa linda, linda mesmo! Aumenta a durabilidade e o brilho das unhas. Estou apaixonada! :)

- Vermelho, vermelhaço, vermelhante, vermelhusco, vermelhão...!
Dia desses conversava com uma amiga que está prestes a fazer 25. Ela me contava que está impossível emagrecer mas que precisava emagrecer acima de qualquer coisa, afinal estava ficando sem roupas. Olho para ela e vejo uma pessoa normal, nem gorda e nem magra. Bonita. Não mudou nem um grama desde dezembro do ano passado, quando começamos a conviver diariamente. Cansada após uma longa jornada de trabalho sim mas, alegre com boas novas já anunciadas. Fiquei um tempo em silêncio em um flashback só meu lembrando da minha transição para os 25. E da transição de várias amigas. Notei e fui obrigada a engolir o que minha mãe e amigas mais velhas sempre me disseram: os 25 são um marco para o corpo da mulher. Assim como tantas outras idades-marco, temos os 25. Lembro de ter perdido quase todas as minhas roupas nessa transição. De ter tentado (em vão pois isso definitivamente não é pra mim) fazer dieta. Voltei pra dança e intensifiquei a malhação. Até que, com a chegada dos 26, me vi num corpo que eu curti. Não, eu não emagreci um grama. Mas acho que com todo aquele exercício, fui jogando as coisas em seus devidos lugares no corpo. E voltei ao formato que eu gosto: cinturinha, pra compensar o quadril de brasileira nato. E fui notando que voltei a rotina de emagrecer quando quero. Engordar também. Aí vocês devem estar se perguntando: como? Comendo de tudo. Tendo uma relação de amor (não de paixão, nem de obsessão) com a comida. Comecei a comprar alimentos mais frescos e a cozinhar diariamente. Não larguei minhas delícias (nesse caso, o brigadeiro) mas mantive o equilíbrio. Aos 27 eu tenho certeza de que dieta é bullshit. O que vale é você parar e prestar atenção no seu corpo. Ver como ele reage. Como fica feliz. E é algo beeeem introspectivo isso pois não é pra almejar o corpo do coleguinha. Aos 27 eu entendi finalmente que isso de "quero o corpo dela" só serve pra vender roupa, revista, matrícula de academia e suplemento. Olhe pra você. Como é seu corpo? Descubra isso sem comparações e vai encontrar aí o fio condutor do seu estilo de vida e do amor às suas formas. 

E pra amiga que perdeu todas as roupas e tá querendo viver de detox eu disse: 

- A fase dos 25 aos 30 vai te mostrar que amar seu corpo é muito mais do que fazer dieta. Ele vai mudar assim como já mudou tantas vezes antes. Só que agora, essa mudança já te vê adulta, então não precisa ser um drama, como (provavelmente) foi na adolescência. Viver na negação, em busca do corpo photoshopado de outro alguém é viver dias de angústia e drama que não se recuperam lá na frente. Esses dias de drama e dieta, chorando pra entrar em roupas que não te servem poderiam ser melhor aproveitados sorrindo e entrando em roupas que te valorizam hoje. Que te fazem olhar no espelho e se gostar. E mais uma vez: isso não tem nada a ver com vestir 38 ou 46. Tem a ver com o seu olhar mais profundo, desprovido das lentes dos outros. 

Hoje eu amo muito meu corpo de 27. E acredito piamente que caminho pro meu ápice que como todos dizem, vem aos 30! ;) 


- Por um mundo em que envelhecer se amando e vivendo um dia de cada vez seja possível. ❤️
As semanas tem sido muito compridas. Preciso confessar que está puxado dar conta de tudo. Muitas ideias, muitos projetos e pouco braço. Estou cansada. BEM cansada. E também é por isso que nos últimos tempos, tem dia que acaba não tendo post por aqui. O sono toma conta de mim. A vontade das férias está cada vez mais latente mas, por enquanto ainda não há previsões na minha agenda. Mas vamos tocando, planejando e vivendo como dá né? Um dia de cada vez. ;) 

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris
Vestido, C&A
Cardigan, Renner
Sapatilha, Moleca

Segunda começou no gás e eu meio que já sabia o que ia usar pois uma amiga havia me pedido para participar de um projeto: usar verde em prol das pessoas com câncer. Eu acho que toda tentativa é válida, então, fui. Esse vestidinho me salva em muitas ocasiões já que é arrumadinho mas, confortável. Eu nunca o tinha combinado com cardigan, então experimentei com esse azul marinho. E amei! A sapatilha precisava ser nude para deixar a atenção com o vestido mesmo. 

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris
Vestido, Collins
Camisa, Marisa
Botas, Di Fiori

Na terça eu tinha uma reunião, um evento e mais um monte de pepino pra resolver. 
Resolvi ir no básico P&B pra não ter que pensar mas, coloquei a bota pra dar um tchan!

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris
Vestido, Renner
Colar, Customize
Sapatilha, Petite Jolie

Outro dia lotado de eventos. Eu tenho achado tão mais simples sair de vestido. Não tem muito que pensar em combinações, é mais rápido e geralmente fica fofo e arrumadinho sem muito trabalho. Desde que coloquei meus olhos nesse vestido mescla de preto e cinza, quis combiná-lo com essa minha sapatilha, também preta e cinza. Achei a combinação super fofa e o toque final ficou por conta do colar de contas azuis. Elegante, fácil e rápido. :)

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris
Camiseta, Zara
Cardigan, Hering
Saia, Arte de Mamis
Meia, Lupo
Sapatilha, Moleca

Quinta-feira e o tempo não se decide. Eu continuei errando, óbvio. Se ontem passei frio, hoje era dia de passar calor.... Escolhi a meia e fui criando o look por cima. Só acho que errei muito em não ter uma camiseta de manga curta por baixo, porque passei muito calor no meio do dia. Eta época complicada essa que nem tem frio direito, nem tem calor. Haja paciência! 

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris
Camiseta, Carrefour
Tricot, TVZ
Jeans, Ellus
Sapatilha, Vizzano

A sexta chegou e eu tava quase me arrastando pelas ruas dessa cidade. Sério mesmo. Tem dias que eu faço de um tudo por mais meia horinha na cama. E quem nunca, né? Sexta foi um desses. Fui de jeans, camiseta e sapatilha pra não ter erro. E suéter pra proteger do friozinho matinal. Coisa simples, pra poder curtir a cama até o fim! <3

Camilla Carvalho | Mademoiselle Paris