Quem me acompanha por aqui há algum tempo já sabe que eu sou vidrada em viagens de navio. Já fiz 3 viagens de cruzeiro em 3 anos e espero continuar fazendo esse número crescer e conhecendo novos navios e novos destinos. Eu não tenho pretensão de me fazer de expert sobre o assunto mas, como quando amo pesquiso muito e faço um milhão de listas e prós e contras, achei que seria muito legal fazer esse especial por aqui pra dividir com vocês o que eu acho ser o melhor custo-benefício de viagem. Principalmente em ano de crise, né minha gente?

Então, pra começar, subiu hoje lá no canal do youtube um teaser da minha última viagem de navio, que foi no começo desse ano. Dá o play e me conta nos comentários o que mais vocês gostariam de saber sobre se aventurar sob as ondas, fechado? Conto com vocês junto de mim nessa aventura! 


Mais um VMA passou e eu ando tão envolvida em um especial que vai entrar aqui no blog que acabei não conseguindo fazer live de red carpete lá no Face dessa vez. Mas eu fiquei sim até um pouco mais tarde hoje conferindo tudo que rolou pra poder escolher meus favoritos. Todos preparados? 

5 - Hailee Steinfeld

Mademoiselle Paris

Achei uma gracinha esse modelito Balmain escolhido pela Hailee. Ela tá plena né? Achei um look fofo na medida, mantendo o ar de menina mas sem esconder o mulherão que ela tá! : )

4 - Britney Spears 

Mademoiselle Paris

Britney voltou com esse corpinho pra sambar na cara das inimigas né? Só esqueceu de arrumar a cara né querida? Precisa desse bico de quem não comeu e tá morrendo de fome? >.< Enfim, vamos ao modelito bapho: Julien MacDonald.

3 - Kim Kardashian
Mademoiselle Paris

[pausa para um suspiro]
Kim pode ser ousada porque, não sei se vocês concordam mas, não fica vulgar. Ela consegue a proeza do sexy sem ser vulgar mesmo com um modelito assim, inteiro semi-transparente e colado no corpo. E de quem é o modelo? Galliano.

2 - Tinashe

Mademoiselle Paris

Para tudooooo! O que é esse corpo? O que é essa pele? O que é esse look? Puxado viu? Por muitíssimo pouco não ganhou o primeiro lugar no meu coração. E não consegui descobrir de onde é o macacão, quem souber comenta aqui pra mim, por favor? Merci! <3

1 - Shelley Hennig

Mademoiselle Paris

Fiquei chocada com a simplicidade e poder desse look. Acho que por esse combo que dei a ele meu primeiro lugar no pódio. É muito elegante e ficou absurdamente perfeito nela. O modelo é um Rohit Gandhi + Rahul Khanna. Fora que o combo jóias, sapatos e beleza tá impecável né? 

Clap, clap, clap Shelley!

- Até a próxima premiação! : )
Para ouvir durante o post: http://goo.gl/AE1Pv3

Se lever joyeux, 
 C'est pa-pa, c'est parisien... 
Chanter quand il pleut 
C'est pa-pa, c'est parisien... 
Dir' toujours "tant mieux" 
C'est pa-pa, c'est parisien... 
Prendre le temps comme il vient 
C'est pa-pa, c'est parisien...


Não, o look não é de hoje. Quem acompanha o snap (me segue lá, pô: millacarvalho) sabe que a vida tá meio louca, meio monótona esses últimos tempos e, por isso, não tem rolado looks novos do dia. Mas sabe, esse período de pausa é bom, faz a gente olhar todas as combinações já feitas - já mencionei que é um dos motivos pelos quais eu curto em fotografar diariamente? - e pensar em novas. A cabeça tá 'fresca', não há aquela pressão do dia a dia e a obrigação de fazer uma combinação legal para hoje não existe. E nessas de revisitar criações recentes, encontrei essas fotos. Elas estavam guardadas para um dia especial. Bem, hoje é um dia especial. Apesar de não poder contar aqui ainda o motivo (calma, em breve eu conto - não consigo manter segredo de vocês), eu quis publicá-lo exatamente por isso: para registrar esse dia especial. Afinal, esse aqui é nosso diário, não é mesmo? : ) A combinação de azul, vermelho e branco vocês já sabem que muito me agrada então, juntei a saia que é mais 'girly' com um blazer de corte reto para equilibrar o peso do look. Nem muito sério, nem muito fofo. A sapatilha é amiga pra toda ocasião né, amo demais. Já foi comigo em muitas aventuras. E a meia-calça transparente é o truque para não congelar no fim da tarde. Como o frio brazuca não é tão forte, rola abusar delas no inverno e eu, pessoalmente, amo e uso muito! 

Blazer, Barreds | Top e Saia, Marisa | Sapatilha, Vizzano
Fotos: João Suyama 

- Bleu, blanc, rouge? C'est pa-pa, c'est parisien! : P
Mademoiselle Paris

Se você ainda não sabe, a Color Trend, uma das marcas oficiais de Avon, lançou recentemente um BB Cream para integrar seu portfólio de maquiagem. 

Mademoiselle Paris

São 8 promessas de benefícios: 

Proporciona o efeito matte na pele, controla a oleosidade, suaviza imperfeições, minimiza a aparência dos poros, uniformiza o tom da pele, proporciona cobertura leve e natural, hidrata, possui rápida absorção e conta com proteção solar FPS30. 
Está disponível em 5 tons: porcelana, bege médio, bronze, marrom claro e café. 

Mademoiselle Paris

Testei o BB Cream Avon Color Trend à exaustão antes de escrever esse post pois, não queria ser injusta e nem fazer tempestade em copo d'água. Não acho que é assim que se faz conteúdo de qualidade e não é isso que me proponho a fazer por aqui. Então peguei as promessas e fui esmiuçando cada uma delas diante do espelho para escrever da forma mais transparente possível. 
Logo de cara posso dizer que os tons não cobrem todas as possibilidades de pele da brasileira. Em muitos casos, pode ser preciso misturar uma com a outra. E no caso das negras, acho que o tom mais escuro ainda deixa a desejar. 
No quesito cobertura: é leve, quase nula. Como vocês poderão ver abaixo, só clareou um pouco o tom da minha pele mas, as olheiras continuam ali, as sardas, também. Para mim, uma cobertura tão leve assim, não agrada muito. Mas fiquei pensando que talvez para adolescentes no auge da pele boa, possam usar e abusar dessa leveza apenas para dar uma iluminada no rosto. 
Sobre controlar a oleosidade, médio. O resultado para mim foi médio. Tive que dar uma cobertura de pó durante o dia para dar uma segurada. E já aproveitando, o efeito matte por aqui não rolou antes que eu usasse o pó. Sobre a rápida absorção, é verdade. O produto é absorvido com uma ultra rapidez na pele, o que exige também, rapidez na aplicação. O toque, devido à rápida absorção, é bem sequinho o que dá a sensação de que vai ficar com cobertura matte mas, fica só na sensação mesmo. O aroma não incomoda, é quase nulo. Achei o FPS 30 bom, pois ajuda na soma com o protetor e nossa pele agradece né? ;) 

Mademoiselle Paris

No geral, eu não curti muito o produto. Tenho a zona T bem oleosa, não gosto de senti-la brilhando horrores e o BB não segura isso por mais de uma hora depois de aplicado. Outro ponto é que, eu gosto de BB's na maior parte do tempo pois podem ser usados sozinhos, sem ser necessário finalizar com corretivo, pó, spray fixador. São um meio natural de ficar arrumadinha para o dia a dia com um produto mais leve. Mas, esse (nesse caso), se mostrou leve demais para mim. Eu busco um pouquinho mais de cobertura, um pouquinho mais de resistência e um pouquinho mais de glow na pele, pós-aplicação. E sem ter que ter o trabalho de fazer uma make completa dia após dia.  

De qualquer modo, esse é meu ponto de vista e ressalto: tenho 28 anos, pele mista, olheiras e sardas. 
Uma menina de 15 a 18, deve curtir esse produto por conta das necessidades de pele de cada idade! ;) 

O valor sugerido do produto é de R$ 22,99 e pode ser adquirido com as revendedoras da Avon ou no folheto virtual do site: http://folhetoavon.com.br/folheto-virtual


O produto deste post foi enviado pela assessoria da marca - o Mademoiselle Paris se compromete a publicar opiniões sinceras em seus reviews, destacando pontos legais e outros nem tanto dos testes. Não há combinação de conteúdo com a marca e o que está descrito aqui reflete a opinião pessoal da autora.
Há algum tempo que eu não me surpreendia com parcerias entre marcas. Não que eu não me empolgasse mas, surpreender mesmo, não. Aí chegou a informação dessa parceria da Elle com a C&A para homenagear um ícone do guarda-roupa feminino: o pretinho básico. E sério, que ideia genial! <3 São 7 décadas de moda retratadas em modelos que transmitem como essa peça essencial para 100 a cada 100 mulheres foi se transformando com o passar dos anos. Da cinturinha marcada dos anos 50, ao tubinho clássico e preppy dos anos 60 até chegar no tomara que caia minimalista e fendado dos anos 90, é oficial: tem pretinho para todos os gostos. Dá só uma olhada:

Mademoiselle Paris
Esse é sem sombra de dúvidas meu favorito e meu objeto de desejo para provar (e se tudo der certo) / trazer comigo para casa. Louca para ver se a modelagem e o tecido são tão ricos e belos quanto a foto faz parecer ser. 
Mademoiselle Paris
Tubinho clássico que sempre me fez suspirar na infância. Acho que, na minha infância/pré-adolescência, os anos 60 estavam com tudo e nós queríamos revistar modelos assim. Louca para vestir no corpo e ver como fica <3
Mademoiselle Paris
Esse modelo estilo camisa longa é muso mas, vou ser sincera, acho que em garotas como eu que tem quadril largão não vai vestir tão bem. Vejamos.... 
Mademoiselle Paris
O modelo dos anos 80 me deixou confusa. A saia é rodada como parece no still, ou ele é strech como parece na foto da modelo, à esquerda? Veremos hoje à noite... 
Mademoiselle Paris
Ótimo para afinar e alongar silhuetas, esse modelo dos anos 2000 também tem potencial de fazer muito sucesso nas araras. Eu só não sei se quem tem aquela 'bisnaguinha' entre o busto e o braço vai curtir esse recorte tão cavado.. 

A coleção também conta com calça social, cardigan, 3 camisetas muito lindas e uma camisa em branco e cinza mescla. 

Mademoiselle Paris
Cardigan, R$79,90
Calça, R$ 99,99
Camisetas, R$ 39,99
Vestido, R$199,99 

A coleção chega às lojas selecionadas no dia 23/08 mas, vou participar da pré-venda e provar e mostrar e comentar todos os modelos com vocês hoje à noite lá no snap / insta (millacarvalho / mademoiselleparis). Sigam por lá para ver tudo ao vivo e também para enviarem as dúvidas de vocês combinado? :) 

- Ansiedade define. 
O segundo dia amanheceu com o galo cantando e uma neblina maluca que não deixava ver nada pela janela. Tivemos pouco tempo para nos arrumar e tomar café pois, quase todos se atrasaram para levantar.... >.< Para o café tínhamos mais uma prova de estar na fazenda: tanta comida simples e boa, um queijo tão bom.... ê lasquêra! Na sequência, fomos para o terraço receber informações de como seria nosso dia de aventuras no cafezal...

Mademoiselle Paris

Depois de saber tudo que aconteceria por lá, recebemos um kit com camisa de manga comprida, boné, óculos de proteção, 'perneiras' e luvas para vestirmos antes de prosseguirmos até o cafezal. E o look ficou belo, não ficou?? : P

Mademoiselle Paris

Nos dividiram em duplas e instauraram uma competição. 
Minha dupla? Amanda Bastos (do Além do Menu).

Mademoiselle Paris

Daqui por diante o celular ficou na bolsa e fiquei torcendo pro Filetti (nosso fotógrafo da viagem) arrasar muito nos cliques porque, não dava pra fotografar e competir e colher café ao mesmo tempo.

Mademoiselle Paris

A primeira coisa a fazer na rua de pés que você escolhe para iniciar a colheita é: estender duas grandes carreiras de lona embaixo dos pés de café, assim os grãos não rolam terra abaixo e você não os perde. ;) Feito isso, mãos à obra: puxar os galhos e ver os frutos saírem é de uma satisfação indescritível. 

Mademoiselle Paris

E quem acha que a paramentação toda é frescura, eu digo: cada item te protege de um fator e não usá-lo não seria muito sábio mas, você pode tentar e correr pra eles na primeira dificuldade! : P

Mademoiselle Paris

Depois de colher, separamos os grãos das folhagens na peneira e pesamos. Amanda e eu colhemos 60kg de café juntas e ficamos no pódio mas, não ganhamos! : / A dupla vencedora chegou à marca de 65kg colhidos. Arrasaram!

Mademoiselle Paris

No fim do dia, fizemos uma pausa para o lanche, na roça mesmo. Todos sentadinhos no chão, comendo marmitinhas deliciosas que dona Lúcia havia preparado. A fofura fica por conta de uma garrafinha de café que ela mandou, pra acompanhar os quitutes. : )
Depois disso, pegamos o rumo de volta para a fazenda, tivemos uns momentos para um banho gostoso e, após uma sessão de despedidas, pegamos o rumo de SP com aquela sensação maravilhosa que só novas experiências nos proporcionam: a de voltar mais rico em conhecimento e modificado pelas experiências vividas. 

- Obrigada KitchenAid pelo convite delicioso! <3
Fazia um tempinho que não rolava um diário de viagem por aqui né? Esse ano vem fluindo com ares de furacão e eu muitas vezes não consigo sentar para escrever tudo que tenho em mente e que descobri em minhas andanças por ai. Creio que é parte desse processo de ser adulta em uma megalópole. As expectativas em cima da gente começam a nos engolir. Mas, graças aos céus, de vez em quando sobra um bucadim de tempo e eu, louca por esse cantinho que sou, corro aqui para contar uma boa história de viagem. E eu ainda tenho umas tantas engatilhadas aqui que pretendo desencalhar viu? Sigam aí me dando força que, aos poucos, tudo se ajeita!

Semana passada parti numa aventura mágica e deliciosa à convite de KitchenAid. Isso, a marca dos eletrodomésticos lindos vermelhos. Isso, essa mesmo. ;) Então, a galera da marca me convidou para passar dois dias na Fazenda Santa Alina, em Minas Gerais, para uma imersão no maravilhoso mundo do café e, de quebra, conhecer as suas maravilhosas novidades relacionadas à ele. <3

Pois bem: bem-vindos à Poços de Caldas, município de Minas Gerais e onde fica localizada a belíssima Fazenda Santa Alina. 


Saímos de São Paulo suuuuuper cedo e eu confesso que até fiz um snap ou outro mas, dormi a maior parte do tempo. Não funciono muito bem assim, tão cedo. Chegamos na fazenda por volta da hora do almoço com o céu tinindo num azul maravilhoso e uma temperatura de não fazer feio a nenhum verão. A casa principal onde ficamos era de uma beleza única. Toda cheia de detalhes a cada metro quadrado e com um toque provençal que eu apenas amei. Simples assim. 


Após nos instalarmos nos quartos, voltamos à sala principal para o almoço. E meu Deus, que almoço! Ô Minas Gerais! Realmente, quem te conhece não esquece jamais! <3


Depois que já estávamos todos muitíssimo bem alimentados, fomos começar a andar a fazenda, com nosso guia, o 'muso' do café (como carinhosamente o apelidamos) o Fante. Mas, antes, um clique-registro do grupo todo (faltou o Marcos, não sei o que houve! rs), incluindo o Buda, um cachorro pra lá de simpático que ganhou o coração de todos. 


Começamos nosso bate-papo / visita pelo terreiro da fazenda, que fica na lateral da casa principal. Lá, o Fante nos explicou os diferentes modos de secagem dos grãos de café e o benefício de cada um deles. Depois fomos caminhando até a sessão de tratamento, onde acontece o processo de descascar os grãos e também a mucilagem. 

"A mucilagem do café é um meio adequado ao desenvolvimento de microorganismos e de fermentações, que ocorrem na mistura dos frutos derriçados e em diferentes fases do seu preparo, propiciando alterações na composição do grão." (Revista Cafeicultura)


Na sequência do passeio pela estação de tratamento e pelo barracão da caldeira onde eles também secam o café, subimos na boléia de um trator para ir até o oooooutro lado da fazenda, na Colônia Branca. Dessa vez, não nos contaram o que faríamos lá. Surpresa!


Ao chegarmos lá, descobrimos que deixaríamos nossa marca por lá: plantando uma árvore que seria batizada com nossos nomes!!! Tem como ser mais abençoado? Fiquei bem feliz quando descobri que eu tinha sido presenteada com um lindo Pau Brasil! : )


De volta à casa grande, tivemos um tempinho para banho, tentativas de checar as redes sociais e um lanhinho rápido. Eu digo tentativas pois por lá, apenas uma salinha tinha sinal de wi-fi. Serviço de operadora? Nenhum de nós tinha! Tudo 'sem serviço' naquelas bandas. Então, já era de se esperar que o sinal de wi-fi também não fosse lá uma maravilha né? Mesmo assim, vez ou outra com sorte, conseguíamos subir uma foto no instagram. E houve quem trocasse um bucado de sono por essa sala mais vazia na calada da noite, para subir snaps. Foi o que ouvi.... : P


No início da noite, nos sentamos com o Marco Suplicy para conhecer um pouco mais da sua história com o café e também falar da indústria como um todo. Hora do papo cabeça! 


Marco é primo de segundo grau de Eduardo Suplicy e dono do Suplicy Cafés Especiais, que tem seu coração no bairro do Jardins em SP e outras tantas unidades estrategicamente espalhadas por aí. Ele vem desde então se aprimorando no estudo do café para produzir cada vez mais, uma bebida de excelente qualidade para impressionar os paladares mais apurados e desafiadores. 
Depois da conversa seguimos para o terraço onde pudemos conhecer em primeira mão os lançamentos KitchenAid: 4 cafeteiras maravilhosas que atendem facilmente aos mais diferentes gostos e manias! 

Vou fazer um post só para as cafeteiras pois, elas merecem. Fiquem de olho por aqui! ;)


Depois de conhecer cada uma de experimentar seus cafés, fomos jantar uma das mais deliciosas sopas de ervilha que já comi na vida. E eu amo sopas, que fique claro. Dona Lúcia, responsável pela cozinha, arrasou muuuuuito! Destaque também para a decoração que tinham pensamentos soltos pela mesa de jantar. Uma fofura só!


Para encerrar o dia, mais uma surpresa: um cinema particular foi montado no quintal dos fundos da casa para encerrarmos a noite com um filme. E mais, cadeiras e luzinhas e tudo de mais fofo tinha lá. Uma pena estarmos tão exaustos e não rolou filme inteiro para ninguém! >.< 


Afinal, a programação apontava que devíamos estar prontos junto com o cantar do galo no dia seguinte para seguir nossa aventura. [risos] Boa noite e até amanhã, no dia 2 dessa deliciosa jornada cafeeira. :) 


{ continua ... }

Recentemente chegou ao Brasil a nova linha premium de shampoos e condicionadores Satinique. Estive à convite da marca no salão MG Hair Design para experimentar os produtos diretamente com o aclamado Ton Reis, cabeleireiro queridinho das famosas. Fiz questão de clicar o antes e o depois para vocês conferirem: 


Ton usou em mim apenas os produtos Satinique e já fez uma hiper diferença nos fios. Escolhemos a linha de 'extra volume' pois eu havia hidratado o cabelo recentemente e ficamos receosos de que ficasse tudo muito pesado se repetíssemos a dose. Lavamos meu cabelo duas vezes com o shampoo e então passamos o condicionador nos fios. Nada de muita espera, 5 minutos depois já estava enxaguando e me preparando para secar. 

Para finalizar, Ton usou o creme para pentear ( que tem um cheiro maravilhoso ) e ..... YAY! Mechas limpas, volumosas e sedosas. 

A tecnologia exclusiva e patenteada pela Amway, o Enerjuve, penetra no núcleo dos fios e reconstrói as partes enfraquecidas e danificadas. Essa tecnologia funciona mais ou menos assim: identifica os íons negativos do fio que mais precisam de cuidados e entrega íons positivos diretamente nessas partes para equalizar a saúde do cabelo, selando a cutícula e amaciando os fios, reparando e revitalizando o cabelo de dentro para fora. No site (http://www.satinique.com.br/) dá pra ter mais informações sobre os produtos e o mais legal: é uma linha premium com preço bem acessível: média de R$50 por produto. 

- Por uma vida com $ sobrando para lavar sempre o cabelo no salão. 
E secar também. :) 

Mademoiselle Paris
Essa estranha mania de ter fé na vida...

Uma nova semana 
tentarei me organizar
Gavetas, finanças, coração... 
Ok, o coração é sempre uma bagunça.
Vou tirar a poeira dos velhos sonhos
Ainda quero mudar o mundo 
O meu mundo
( apesar das tentativas anteriores )
Continuo apaixonada pelo sorriso bobo
Que me acorda todos os dias.

(Zack Magiezi)

Mademoiselle Paris
Camiseta, Carrefour | Cardigan, Rubinella | Saia, Marisa | Sapatilha, Moleca
Mademoiselle Paris
Escolhi o batom num tom parecido com o de uma das flores da saia (sim, sou dessas que combinam)
Mademoiselle Paris

Misturar estampas nem sempre foi um assunto fácil para mim. Até o dia em que sem querer coloquei essa saia perto da blusa na hora de guardar as roupas limpas e achei um bom mix. Desde então comecei a pensar em sapatos, cardigans e penteados que combinassem com essa fusão. E também, comecei a arriscar novas combinações entre peças que antes, nunca imaginaria juntas.

Mademoiselle Paris

Para mim, o toque pesado das listras foi suavizado pela união de flores pequenas num fundo branco. O clima romântico fica completo com o dourado leve do cardigan e o lacinho pequenino na sapatilha completa a cena. :)

Mademoiselle Paris

Esse look combina perfeitamente com o inverno ameno que temos por aqui. E já começa a abrir os trabalhos primaveris que vem por aí.... 

- Boa semana!