Conhecendo a Torre Eiffel

0 Comments
Cheguei em Paris numa sexta à noite e nos primeiros dois dias, não fiquei hospedada lá. Foi Genevilliers a minha primeira parada. Mesmo assim, na primeira manhã francesa que tive, não tive dúvidas: peguei o trem e fui correndo ver a Torre. E sentir que estava definitivamente, na França. O encontro com a Torre nesse sábado foi demorado pois eu curti cada ângulo, de perto e longe, dessa belezinha. Sem pressa. Sem roteiro. Só curtindo muito estar ali, naquele momento tão especial.

Mademoiselle Paris

Fiz um videozinho desse dia, apenas uns flashes de momentos especiais. Mas são TÃO especiais. <3


4 semanas depois que eu havia chegado na cidade-luz, combinei com duas amigas do curso de irmos subir a torre. De escada. Degrau por degrau. Elas acabaram não indo por x motivos e eu, eu subi. Degrau, por degrau. E foi louco e foi emocionante e foi lindo. Mais uma chuva de emoções para a conta. Mais uma promessa paga com sucesso. <3

Mademoiselle Paris

O trajeto de escada é tranquilo, inclusive tem muitos pais franceses que o fazem com crianças pequenas, veja bem! [risos] Mas é bacana para quem não estiver na maratona de turista.
Se você tiver pouco tempo pra curtir a torre de cima, prefira o elevador e gaste toda sua energia e tempo, lá no alto. ;) 


Alguns conselhos sobre visitar a Torre:

- tem muito turista, tem pick-pockets. Fique ligado na sua bolsa, bolso e pertences.
- tem muita gente vendendo quinquinlharias - ali é sempre mais caro, obviamente.
- a nova moda de Paris é uma turma que fica com uma prancheta na mão pedindo a sua ajuda para alguma causa super humanitária. Eles vão falar sua língua, vão te seguir na rua e vão dizer que a única coisa de que precisam é da sua assinatura para salvar a causa x. Se você assinar, eles vão grudar em você feito carrapatos dizendo que tem que colaborar com qualquer quantia. Mas que você TEM que colaborar. Se você, infelizmente, chegar nessa situação só vão restar duas alternativas: ser MUITO firme em dizer não, segurar sua bolsa e sair andando para próximo dos guardas da torre OU dar um berro. O berro assusta e eles até podem te xingar mas, vão te deixar em paz. :)
- se for subir de escada, como eu, não rola comprar o ingresso pela internet. Ele é vendido na hora mas, geralmente não tem muita fila não... ;) O ingresso para os elevadores você pode adquirir diretamente na internet, de casa ainda, se preferir.
- se você for jantar no restaurante da torre, tem acesso free e não precisa comprar ingresso. Fique de olho nisso. ;)
- o site oficial da torre está em 9 línguas diferentes e tem Português! (de Portugal, não do Brasil, mas ajuda vai! rs)
- se conseguir escolher o dia, vá em um dia muito frio, próximo do pôr do sol. É quando os turistas estão deixando a torre e você consegue ter mais espaço e menos competição pelos corredores e acessos! ;) P.s.: se agasalhe bem, é alto e a temperatura muda bastante lá em cima por conta do vento.
- sair da torre e ir caminhando à beira do rio, é delicioso. Principalmente agora em Dezembro que a cidade está ainda mais iluminada. Dois passeios incríveis, em um! ;)

Se tiverem alguma dúvida, podem me deixar nos comentários que vou adorar ajudar no que eu puder.  E se não tiverem, podem deixar sugestões e o que mais quiserem também. Que eu amo quando vocês me escrevem! :)

Beijinho e até a próxima aventura desse nosso #DiárioDeViagem #MadiTakesEurope <3

Serviço
Torre Eiffel 
Aberta todos os dias do ano, geralmente das 9h30 às 23h. No verão, eles ficam até quase 1 da manhã.
Bilhete para a escadaria (até o 2º andar) - €7
Bilhete de elevador até o 2º andar - €11
Bilhete de elevador para o percurso completo até o topo - €17
Site oficial: http://www.toureiffel.paris


Leia também

Nenhum comentário: