Rent no Brasil - versão 2016/2017

0 Comments
Eu nem sei por onde começar a dizer que perder a oportunidade mágica de ver Rent no Brasil é como ter a oportunidade de ganhar na loteria e dizer "ah, tô cansado, dá o prêmio pra outro que eu passo!". Pois bem, Rent é uma das obras que mais mexeram comigo desde que comecei a estudar teatro, quase 20 atrás (céus, fazer essa conta foi surpreendente!)! Escrita por Jonathan Larson e vencedora de 4 Tony Awards ( o Oscar do Teatro nos EUA), a história traz até nós 8 intrigantes, deprimentes e apaixonantes personagens na dura e fria realidade das ruas de NY em meados dos anos 90. Eles vão falar de amizade, lealdade, conflitos, problemas financeiros, sexualidade e saúde. Além, é claro, de falar de amor. Aliás, Rent é considerado uma corrente de amor. <3


Tudo começa na véspera de Natal, na cobertura de uma antiga editora musical. Em cena, Mark (Bruno Narchi - ator e idealizador do projeto de reviver o musical Rent no Brasil) - um cineasta falido e Roger (Thiago Machado) - um ex-integrante de uma quase bem-sucedida banda de punk-rock discutem sobre suas vidas e uma questão comum à muitos de nós entra em pauta: como pagar o aluguel. No desenrolar da noite congelante surgem para complementar a história Mimi (Ingrid Gaigher) - a vizinha do andar de baixo, Maureen (Myra Ruiz) - ex-parceira de Mark e artista performática, Joanne (Priscila Borges) - advogada feminista e atual namorada de Maureen, Collins (Max Grácio) - gênio da computação e professor universitário que vem visitar Roger e Mark, Angel (Diego Montez) - percussionista de rua e Drag Queen. Ah! E Benny (Mauro Sousa) - antigo amigo e atual locatário de Mark e Roger.


Cheguei ao Brasil maluca para conferir a peça que, re-estreou após 10 anos de sua primeira montagem brasileira bem no dia de meu aniversário. 11/12. É. Perdi. Mas ainda bem que nem sempre o que é bom dura pouco e a peça prorrogou temporada! E eu cheguei e fui correndo no teatro, obviamente. Quero dizer que depois de ver a produção anterior feita no Brasil, taaaaaaantas vezes, cheguei no teatro com uma certa pulga atrás da orelha:

- mudaram as letras das músicas. Ai. :'(

Pois é. É como se escrevessem uma nova versão da sua música favorita sabe? Dá medo, causa aquele estranhamento quando se ouve. Normal. Mas acho que a única doida que sabe as letras da versão de 1999 ainda, de cor e salteado, sou eu. Então, tá tudo bem! [risos]
Fato é que a produção merece aplauso. Não apenas pelo esforço conjunto de todos os envolvidos em fazer vingar o projeto como pela sua atualidade. A mensagem de Rent nunca foi tão atual. Nunca foi tão necessária.

Hei de parar aqui um momento para render homenagens ao super querido Diego Montez que está trazendo uma Angel sensacional à vida. Fiquei encantada com sua delicadeza, sutileza e maestria de movimentos, voz e corpo. Domínios mais que complexos e super bem executados.
Outro que me fez ir às lágrimas e preciso fazer uma carinhosa homenagem foi Max Grácio, na pele de Collins - o namorado de Angel. Ele, o Collins dele, foi o que mais conseguiu me tocar emocionalmente. Sua emoção transborda pela pele, se espalha pelo palco e se derrama na platéia. É simplesmente lindo vê-lo em cena. Lindo!

Não quero ser injusta e preciso dizer que todo o elenco é formado de grandes feras e das quais sou fã mas, nesse momento, e em Rent agora, Diego e Max se destacam aos meus olhos. E espero que os outros entendam e não se considerem preteridos. O musical tem ritmo, é delicioso de ver e eu super recomendo. E isso não é trabalho apenas de Max e Diego mas, de toooooodos em cena e por trás do projeto. Então aqui deixo também registrada minha reverência a todos que trouxeram esse sonho do papel para a realidade. Rent é visceral, é poético e é humano. Rent não é só mais um musical. É uma busca por uma voz. É uma busca por uma vida mensurada em amor. Dias de amor.

Me faz um favor, leitor? Se estiver em São Paulo até 29 de março: vá conferir Rent. ;)


Serviço
Rent
Teatro Shopping Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569 - 7º andar - SP/Brasil
Terças e quartas-feiras, às 21h
Ingressos: R$100
Mais informações: https://www.instagram.com/rentnobrasil/


Leia também

Nenhum comentário: