Roteiro da Madi | 8 días en la Ciudad de Buenos Aires

0 Comments
Chegar de viagem, por mais curta que o trajeto possa ser, dá uma canseira real. Acho que é por meu instinto de não dormir quase nada em viagens para tentar "aproveitar cada segundo" da experiência. Vocês também são assim? 

Aqui tô deixando um resumão dia a dia do que foi nossa uma semana em Buenos Aires. Fiquem de olho nos demais posts para mais dicas e detalhes! :*

8 dias em Buenos Aires

Dia 1
Foi nosso dia de ir para Buenos Aires, então reservamos esse dia pra chegar.
Reconhecer o entorno de onde ficaríamos hospedadas, comer e nos preparar para a semana.

Dia 2
Domingos são bem calmos em Buenos Aires se você não estiver na zona turística, já fica aqui o aviso. Se estiver frio então, você só vai encontrar movimento nas áreas centrais mesmo. Então na hora de se programar para um domingo, leve isso em consideração e garanta um bom café da manhã com reserva prévia ou compre comida pra ter com você ;)
Nós tomamos café em casa e saímos para caminhar até o Obelisco, pois queríamos nossa foto turista pra estrear a viagem. De lá, fomos caminhando pela 9 de julho até a Avenida de Mayo, onde estava rolando uma super feira de rua em homenagem à Rússia e cheia de comidas típicas apetitosas.
Acabamos não aproveitando muito a feira pois tinhamos marcado tour guiado na Casa Rosada em seguida - aliás, fica a dica: os tours na Casa Rosada são gratuitos. Porém só acontecem aos fins de semana e precisam ser agendados com 15 dias de antecedência pelo site. Vale muito a pena se programar! ;) Depois da visita fomos caminhando até o apartamento para adicionar uma camada de roupa e descansar um pouco antes do jantar.

Dia 3
A segunda-feira chegou e nós tinhamos um passeio de bicicleta agendado para o período da tarde. E como o dia amanheceu meio feio e com chuva, resolvemos tomar café em casa, nos arrumar com calma e sair mais tranquilas.
O Turismo de Buenos Aires oferece várias opções de tour de bicicleta pela cidade, o que garante uma experiência única e super deliciosa, vale conferir!
E como era nosso primeiro dia útil na cidade, foi aqui também que fizemos nosso cartão do metrô para andar pela cidade - você pode fazer em qualquer posto de atendimento ao turista.

Dia 4
O sol voltou a brilhar como nunca apesar das baixas temperaturas e nós decidimos conhecer um café super simpático que havíamos namorado no dia anterior. De lá, caminhamos pelas ruas do centro, em direção à uma reunião com a turma querida do Turismo de Buenos Aires. Aliás, o prédio é lindíssimo, uma antiga fábrica por fora e um super prédio moderno e lindo e criativo por dentro. Amei demais poder ter a oportunidade de conhecer :)
Na sequência paramos um pouco na praça em frente chamada Parque Lezama, para curtir o sol, os pássaros e a vista. QUE VISTA. <3
De lá, pegamos um ônibus de volta ao centro (10 pesos por pessoa, com o Subte, fica a dica) e, lá, embarcamos no Bus Turístico de Buenos Aires. Vou falar melhor desse passeio em um post exclusivo mas, já fica a dica aqui pra vocês: tem que fazer! Ficamos nele até o final do percurso, quando voltamos ao centro para almoçar e encerrar nosso dia, por volta de 8 da noite.

Dia 5
Fomos andar um pouco mais de Bus Turístico, pela 3ª e última rota de pontos que a atração oferece. Quando o ônibus chegou ali nos Bosques de Palermo, descemos e fomos caminhando pela maravilhosa Avenida del Libertador até a Plaza de Francia, onde ficamos um tempo contemplando as belezas naturais, tirando fotos e aproveitamos para comer umas bolachinhas. Logo atrás da praça ficam dois pontos de interesse: o Hard Rock Buenos Aires e o Buenos Aires Design (um shopping de design hiper fofo e com uma praça de alimentação liiiiiiinda!). Óbvio que a essa altura eu já queria mais um café e fui dar uma olhadela no shopping em busca de opções: Starbucks? :P 
Uma forma de atravessar da Plaza Francia para a rua do Cemitério da Recoleta é indo por dentro desse shopping, inclusive. Conseguimos poupar a mama de uma subidinha chata e ainda conhecemos um lugar novo. Saindo pela Junin você vai ter num raio de 500m: a Igreja da Nossa Senhora do Pilar, a entrada principal do Cemitério da Recoleta e uma porção de bares e cafés super badalados!
Fomos na igreja, consegui visitar o túmulo de minha diva Eva Perón e depois nos encontramos com a Adriana - fotógrafa brasileira queridíssima com quem fizemos um pequeno ensaio para mostrar a Paris Latina que vive ali, no coração de Buenos Aires. 

Para saber mais do ensaio fotográfico em Buenos Aires com fotógrafo brasileiro, clique aqui. :) 

Após as fotos, ainda visitamos El Ateneo - um antigo teatro que hoje abriga uma livraria belíssima, mantendo a estrutura original. Fiquei encantada! Se você também curte livros e teatro como eu, anota mais esse ponto de interesse na listinha! 
Fechamos a noite jantando em uma lanchonete super popular, a Mostaza. A escolha foi por praticidade e proximidade de casa: era na esquina! E estávamos exaustas!

Nota: nesse dia, eu e mamãe caminhamos quase 15 quilômetros pela cidade. Um recorde para minha velhinha. E ela fechou o dia com um chá e um sorrisão no rosto, ao chegarmos no apartamento! :)

Para ver o vlog dessa aventura, clique aqui. 

Dia 6
Nosso sexto dia de viagem era também o dia do aniversário de mamãe e nós havíamos programado fazer tudo que ela mais queria: passeio de trem até a cidade de Tigre, mais ou menos uma hora de trem partindo da Estação do Retiro. Depois veríamos o pôr do sol em Puerto Madero e escolheríamos algum restaurante por ali para jantar e celebrar. Pois bem, deu tudo errado! :( 
Nesse dia, houve manifestação de motoristas e a cidade amanheceu um mini caos. Fomos a pé de nosso apartamento até a estação, mais tarde do que havíamos planejado mas, convictas de seguir o plano. Ao chegar na estação, tivemos uma nada boa surpresa: nosso subte (tipo de bilhete único da cidade de Buenos Aires) havia tido algum problema técnico e se desmagnetizou. Depois de alguma burocracia com a área responsável da estação, fomos informadas que apenas poderíamos ser ressarcidas do valor que havíamos carregado na noite anterior, em uma semana. 
Quer saber mais sobre o drama desse dia? Clica aqui pra conferir o vídeo com a gente explicando!

Dia 7
Depois de um dia ruim, uma noite gostosa e muito exercício de respiração pra seguir em frente, acordamos já saudosas com o fim da viagem se aproximando. Então decidimos ir para o bairro de La Boca, conferir a feirinha, ver um tango, comer umas empanadas... 
Dica: muitos restaurantes por lá não aceitam cartão, bem como as barracas de feira. Leve dinheiro vivo com você para esse passeio. 
Vem conferir o vlog aqui. ;) 

Dia 8
Nosso último dia começou cedinho, para terminar de fechar as malas e aproveitar mais um pouquinho da cidade. Sempre gosto de deixar para o último dia coisas como: algo extra de farmácia, souvenires e afins. Pois aí já sabemos como a mala está e podemos só "completá-la"! 
Vem conferir o vlog da nossa volta? Só clicar aqui! ;) 

- Hasta luego, mi Buenos Aires querido! 


Leia também

Nenhum comentário: