Aquele com o cabelo curto!

0 Comments

Há tempos eu andava sonhando voltar para o curto. E, verdade seja dita, eu demoro um tempo considerável para criar coragem de ir cortar o cabelo - seja esse um corte básico, só pra acertar as pontas, seja um corte radical, como foi esse último. Antes eu achava que fazia isso para poder ir em profissionais melhores, então, esperava juntar a grana pra ir cortar. Acho que olhando friamente para isso hoje, vejo que tem muito da preguiça e muito da acomodação com a imagem no espelho envolvidos. Você, leitor, também tem dificuldade com mudanças assim? 

O incerto me assusta só de pensar. 

Mas juntei minha coragem com um pouco de saco cheio do visual de cabelão e uma pitada de solidariedade (pois decidi que além de mudar o visual, queria doar o cabelo que cortasse) e fui lá visitar o Edu, no Retrô Hair aqui de São Paulo.

Na espera, me peguei olhando minha pastinha de inspirações de cabelo no Pinterest - aliás, vocês já estão comigo por lá? Bora trocar ideias e inspirações juntos! : )


Depois de mostrar algumas inspirações para meu uso, Edu, do Retrô Hair aqui de SP, ele tomou as rédeas da situação e eu relaxei - o quanto pude -, aguardando pela mudança.
Antes de mais nada, nós batemos o martelo: vamos doar o cabelo cortado. Então, fizemos uma super hidratação antes de qualquer outra ação. Vou falar pra vocês que sou apaixonada pelo lavatório do Retrô por ele ter as "cadeiras" quase que em forma de espreguiçadeiras: o que diminui muito o incômodo que eu mega sinto no pescoço em outros lugares. Lá eu deito e realmente relaxo enquanto lavamos os cabelos ( e eu já falei aqui que eu poderia lavar o cabelo no salão toda semana, se dinheiro pra isso eu tivesse *rs ).
Na sequência, sentei na cadeira do Edu e entreguei a transformação que eu queria nas mãos dele - dá o play:


Cortar um tanto assim de cabelo de uma vez só foi assustador e libertador. Impactante e emocionante. Definitivo. :) Dali pra frente, repicamos, desfiamos, passamos até navalha para finalizar o corte de um jeito leve e delicado, que favorecesse meu tipo de rosto e meu estilo. Eu posso dizer que, após um mês da mudança, sigo muito feliz com a mudança. E sigo testando finalizações, penteados e produtos novos - louca pra contar se vocês quiserem, inclusive!


Já tem esse cabelo curtinho há mais tempo? 
Me manda dicas aqui que eu tô na fase de descobertas ainda! :) 


Leia também

Nenhum comentário: