Já faz um bom tempo que correr se tornou uma diversão, uma terapia e um ato de amor de mim por mim mesma. Eu sempre fui muito ativa e depois que passei da rotina dos palcos para a rotina de escritório passei por diversas fases muito difíceis na adaptação dessa rotina nova e mais "parada". Em busca do famoso e tão comentado equilíbrio, já fiz inúmeras atividades e corrida nunca foi a preferida. Até eu me desafiar a fazer o 5am challenge: onde você se condiciona a uma rotina matinal por pelo menos um mês para entender como pode fazer bem estar acordado em um horário que tantos ainda dormem. 

Posso contar mais sobre essa experiência em outro post mas, já adianto: foi nessa fase de chegar às 6 da manhã na academia que meu amor pela corrida criou raízes. Eu podia sentir todo meu corpo acordando e se energizando a cada passada e aquilo foi me dando muita vontade de fazer um pouquinho mais sempre que possível. 

Foi aí que comecei a pesquisar músicas que me ajudassem a manter a motivação, o ritmo e, acima de tudo: que ajudassem meu astral a ficar positivo desde cedo. O legal da corrida com música pra mim é exatamente isso: uma forma de limpeza da mente, de todo o stress do dia a dia, um momento só seu onde seu único pensamento é a próxima estrofe e o próximo quilômetro percorrido. 

Já passeei por um monte de playlists de corrida e até já pensei em montar uma minha com as preferidas (ainda quero fazer isso, compartilho quando fizer!). Hoje trago aqui as minhas 3 preferidas, que sempre voltam ao topo da lista do meu spotify no fim das contas. Espero que elas animem vocês tanto quanto me animem! :)

- Músicas para voar na corrida
Com clássicos do pop e versões super animadas de grandes sucessos, é apertar o play nessa playlist para já sentir uma mudança de clima no meu humor. Santa música!


- Rock para correr
Criada pelo perfil da Maratona do Rio, essa playlist é ótima para colocar os demônios todos para fora - se é que você aí do outro lado da tela me entende.


- Rock me UP! 
Olha o bendito do rock aqui de novo! Que posso fazer se ele é um ótimo estilo para suar todas as negatividades? Essa playlist já me rendeu histórias hilárias como começar a cantar em voz alta a playlist e alguém do lado cantar junto e fazer migos matinais, por exemplo. : P



O verão chegou com tudo e com ele vieram novas tendências e desejos para a galera antenada em moda pirar. Eu achei que não seria pega por nenhuma tendência esse ano até me ver enlouquecida por uma bolsa de palha, em meados de novembro do ano passado. E eu não percebi que os estímulos visuais que eu recebia já haviam me pego de jeito. Tanto, que eu me dei uma bolsinha de palha de presente de aniversário - que inclusive já se pagou de tanto que eu a usei e ainda planejo usar.
Gosto assim!


Mas vou dizer que escolher uma não é tarefa fácil quando o mercado investe em tantas opções lindas como nesse ano. Eu fiz uma seleção de bolsas que fui encontrando na internet e que podem te ajudar aí na hora de escolher a sua. :)


Outra coisa que fiz pra dar uma acalmada na compulsão de comprar todas as bolsas de palha que eu via por aí, foi criar uma pasta de inspirações no Pinterest. Ela me ajuda a ver a imensidão de estilos e modelos e também a guardar ideias para o futuro, pois a gente não usa só por ser tendência. A gente usa por amor mesmo! ;)


Aproveita pra seguir por lá o perfil aqui do blog! Sempre pintam novas inspirações, pastas e dicas.

Eu não sei você, leitor. Mas eu AMO / SOU uma boa liquidação. Adoro fuxicar as araras e descobrir o que está por lá e por qual desconto. E como a Zara no Brasil tem se tornado cada ano mais cara, é uma das lojas que eu mais anseio pela chegada da liquidação, quando eu realmente penso em comprar algo por lá. #prontofalei

E foi num momento inspirado no provador que surgiu a ideia de filmar minhas escolhas e compartilhar com vocês. Espero que curtam. :)


O lance sobre liquidações que me entristece é que, muitas vezes, as peças que chegam nela já chegam em estado de miséria. A minha impressão é que a galera não tem cuidado ao experimentar as peças, principalmente na época de natal e pré-férias. O que faz com que os achados de janeiro sempre contenham peças manchadas, com botões capengas e costuras esgarçadas. Se não serviu, por que não pegar um maior ao invés de tentar vestir a todo custo? Está com maquiagem? Por que não tomar mais cuidado ao colocar e tirar camisas e vestidos? Enfim... deixei de levar várias peças por encontrar defeitos assim que notavelmente são de manuseio então, fica a reflexão.

Boas compras pra todos nós! :)

Feliz 2019! :)

Estava curtindo uma maratona de Netflix e leituras sem fim na primeira semana do ano mas, o canal voltou com tudo! Logo na virada, entrou a make que usei para brindar 2019 e que agora compartilho aqui pra vocês com a lista dos produtos e tudo mais.

Espero que curtam e bóra começar mais um ano por aqui!



Lista de produtos da maquiagem por ordem de aparição:

- Revitalift Blur Mágico, de L'oréal Paris
- Lip Balm Rêve de Miel, de Nuxe
- Mist & Fix, de Make Up 4 Ever
- Teint Miracle, de Lancôme
- Duo Concealer, da MAC
- Warmth, de bareMinerals
- Paleta 9 Shades, de Océane
- Paleta Pure Color Envy, de Esteé Lauder
- Brighten Up!, de Essence
- Mosaic Blush, de Essence
- Light Up My Face, de Océane
- Contour Kit, de Océane
- Pigmento nº 08, da Vult
- Máscara BadGal Bang!, de Benefit
- Batom Cruella, de Nars
- Batom 54, de Nars
- Dual Finish, de Lancôme
- Eyebrow Designer, de Essence

Fazer 31 anos não é algo que alguém espere com contagem regressiva nem coisa assim. Não tem significado especial na astrologia, não tem nenhuma mística, muito menos tradição. 31 é diferente de 21 - quando você atinge a maioridade total seja aqui ou em outro canto do mundo. 31 é só... bem, 31.
Mas, não foi só mais um aniversário pra mim.


Fazer aniversário em dezembro me traz uma dose dupla de reflexão sobre a vida. Sobre o ano, sobre atitudes, pessoas, sonhos e metas. Sobre quem fica e quem é melhor deixar partir. Nesse início de 31 eu preciso acima de tudo agradecer pois, não foi um ano fácil. Foi ano de faxinar toda a bagunça que o fim de uma década trouxe. Foi quando chegou "ajuda" para reerguer o que a tempestade havia derrubado. Foram dias de reconstruir. E chega a ser um pouco frustrante pois, nesse ritmo desacelerado de reconstrução, uma sagitariana como eu pode pensar que está perdendo tempo de viver a vida lá fora. Mas bastou colocar a mão no coração para agradecer também por isso. Pois mesmo tendo que diminuir o ritmo, não parei.
Os 31 chegaram inesperadamente doces. E eu os recebi de braços abertos. Afinal, temos 365 dias à frente pra provar que eles vieram pra fazer a diferença na história dessa minha nada mole vida. :)

O vídeo abaixo não foi roteirizado, muito menos pensado. São fragmentos de memórias que resolvi colocar em vídeo pra não esquecer de um dos meus mais felizes aniversários. 



Obrigada aos envolvidos direta e indiretamente. <3